Aprenda AGORA Português

A importância da pontuação



Se você é meu leitor e ainda não está convencido de que a pontuação é de suma importância na compreensão de um texto, hoje não terá mais dúvidas a respeito disso. Vejam, dia desses, a Janaína postou em seu blog algo a respeito da importância da vírgula. Preparando algumas atividades para as aulas da semana que vem, encontrei um texto antigo de grande circulação nas correntes de e-mail, grupos do Google, Yahoo e por aí afora. Vejam de que estou falando:
Um homem rico, sentindo-se morrer, pediu papel e pena e escreveu assim: Deixo os meus bens à minha irmã não a meu sobrinho jamais será paga a conta do alfaiate nada aos pobres.
Não teve tempo de pontuar - e morreu. A quem ele deixava a fortuna que tinha? Eram quatro os concorrentes.
Chegou o sobrinho e fez estas pontuações numa cópia do bilhete: Deixo os meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho. Jamais será paga a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
A irmã do morto chegou em seguida, com outra cópia do escrito, e pontuou-o deste modo: Deixo os meus bens à minha irmã. Não a meu sobrinho. Jamais será paga a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
Surgiu o alfaiate que, pedindo cópia do original, fez estas pontuações: Deixo os meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do alfaiate. Nada aos pobres.
O juiz estudava o caso, quando chegaram os pobres da cidade, e um deles, mais sabido, tomando outra cópia, pontuou-a assim: Deixo os meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do alfaiate? Nada! Aos pobres!
É isso. De agora em diante, quando alguém disser “Pedro o preguiçoso acabou de comentar no meu blog”, procure observar a entonação para saber se o Pedro é o preguiçoso ou se estão informando a chegada de alguém para o Pedro.

Receba nossa newsletter com exercícios e os gabaritos

Nenhum comentário :

Postar um comentário