Aprenda AGORA Português

Exercício de Literatura com poema de Drummond


No meio do caminho

No meio do caminho tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra no meio do caminho
tinha uma pedra
Nunca me esquecerei desse acontecimento
na vida de minhas retinas tão fatigadas
Nunca me esquecerei que no meio do caminho
tinha uma pedra
tinha uma pedra no meio do caminho
no meio do caminho tinha uma pedra.
Carlos Drummond de Andrade. Alguma poesia.

1. Aponte as diferenças de significado no signo "pedra".
Resposta: Isoladamente, "pedra" é matéria mineral, dura, sólida;essa é sua denotação. Mas, no contexto, dá uma Idéia ou conotação de "empecilho", "obstáculo", "encruzilhada", como que a luta da consciência para chegar a um objetivo.

2. Qual o papel da repetição no primeiro movimento do poema?
Resposta: No primeiro movimento (1ª estrofe), tudo que é repetitivo visa a ressaltar o efeito anestésico da rotina, mas é exatamente este pequeno escândalo que nos alerta para os perigos de nossa própria acomodação.

3. Explique os dois versos: "Nunca me esquecerei desse acontecimento / na vida de minhas retinas tão fatigadas".
Resposta: Tais versos quebram a repetição: eles são a chave do poema e instauram a epifania: o ser humano desperta do sonambulismo e abre os olhos para a vida.

Gostaria de receber nossa newsletter e brindes exclusivos?

Nenhum comentário :

Postar um comentário