Aprenda AGORA Português

Estude para a prova de literatura da FUVEST


A prova de literatura da Fuvest procura investigar a capacidade de leitura e tem uma observação crítica sobre aquilo que se passa nos enredos a partir das abordagens feitas pelo autor. Isso significa que o contexto histórico ganha dimensão, assim como a razão de ser da própria obra. Para treinar, estudar aos finais de semana usando provas de anos anteriores. Abaixo você encontrará uma série de exercícios de Literatura da FUVEST. Todos os exercícios de Literatura para estudar para a FUVEST vêm com o gabarito.

1)  “Os ritos semibárbaros dos Piagas,
Cultores de Tupã, e a terra virgem
Donde como dum tronco enfim se abriram
Da cruz de Cristo os piedosos braços;
As festas e batalhas mal sangradas
Do povo americano, agora extinto,
Hei de cantar na lira.
Cantor modesto e humilde,
A fronte não cingi de mirto e louro,
Antes de verde rama engrinaldei-a,
De agrestes flores enfeitando a lira;
Não me assentei nos cismos do Parnaso.
(...)
Cantor das selvas, entre bravas matas
Áspero tronco da palmeira escolho.”

O poema de que se extraiu o texto acima pode ser considerado, sob o ponto de vista da “escola” literária ou estilo de época, como:
a) arcaico.
b) pré-modernista.
c) arcádico.
d) simbolista.
e) romântico.

2)  “Os ritos semibárbaros dos Piagas,
Cultores de Tupã, e a terra virgem
Donde como dum tronco enfim se abriram
Da cruz de Cristo os piedosos braços;
As festas e batalhas mal sangradas
Do povo americano, agora extinto,
Hei de cantar na lira.
Cantor modesto e humilde,
A fronte não cingi de mirto e louro,
Antes de verde rama engrinaldei-a,
De agrestes flores enfeitando a lira;
Não me assentei nos cismos do Parnaso.
(...)
Cantor das selvas, entre bravas matas
Áspero tronco da palmeira escolho.”

Nos versos acima, o autor promete cantar:
a) As batalhas incruentas entre indígenas e americanos.
b) A terra de Santa Cruz, não extinta.
c) A cultura e o ambiente do povo indígena.
d) A realeza dos ritos, mirtos e louros semibárbaros.
e) As flores agrestes dos píncaros do Parnaso.

3)  “Os ritos semibárbaros dos Piagas,
Cultores de Tupã, e a terra virgem
Donde como dum tronco enfim se abriram
Da cruz de Cristo os piedosos braços;
As festas e batalhas mal sangradas
Do povo americano, agora extinto,
Hei de cantar na lira.
Cantor modesto e humilde,
A fronte não cingi de mirto e louro,
Antes de verde rama engrinaldei-a,
De agrestes flores enfeitando a lira;
Não me assentei nos cismos do Parnaso.
(...)
Cantor das selvas, entre bravas matas
Áspero tronco da palmeira escolho.”

No verso Não me assentei nos cismos do Parnaso, pode-se dizer que o poeta:
a) Critica o parnasianismo brasileiro.
b) Não aceita os princípios do realismo-naturalismo.
c) Rejeita a temática sentimentalista.
d) Despreza a inspiração divina.
e) Recusa-se a seguir os cânones do classicismo.

4)  “Os ritos semibárbaros dos Piagas,
Cultores de Tupã, e a terra virgem
Donde como dum tronco enfim se abriram
Da cruz de Cristo os piedosos braços;
As festas e batalhas mal sangradas
Do povo americano, agora extinto,
Hei de cantar na lira.
Cantor modesto e humilde,
A fronte não cingi de mirto e louro,
Antes de verde rama engrinaldei-a,
De agrestes flores enfeitando a lira;
Não me assentei nos cismos do Parnaso.
(...)
Cantor das selvas, entre bravas matas
Áspero tronco da palmeira escolho.”

No texto, os termos cingi, engrinaldei e agrestes podem ser entendidos como:
a) Cindi, exultei, agressivas.
b) Citei, espalhei, agrícolas.
c) Circundei, adornei, rústicas.
d) Celebrei, ceifei, grosseiras.
e) Enchi, casei, bucólicas.

5)  “Os ritos semibárbaros dos Piagas,
Cultores de Tupã, e a terra virgem
Donde como dum tronco enfim se abriram
Da cruz de Cristo os piedosos braços;
As festas e batalhas mal sangradas
Do povo americano, agora extinto,
Hei de cantar na lira.
Cantor modesto e humilde,
A fronte não cingi de mirto e louro,
Antes de verde rama engrinaldei-a,
De agrestes flores enfeitando a lira;
Não me assentei nos cismos do Parnaso.
(...)
Cantor das selvas, entre bravas matas
Áspero tronco da palmeira escolho.”

Dentre as seguintes palavras extraídas do fragmento acima, indique aquela que tenha um sentido oposto ao de suave :
a) áspero.
b) virgem.
c) extinto.
d) modesto.
e) humilde.

6)  Leia com atenção:
"Torce, aprimora, alteia, lima
A frase; e, enfim,
No verso de ouro engasta a rima,
Como um rubim,
Quero que a estrofe cristalina,
Dobradas ao jeito
Do ouvires, saia da oficina
Sem um defeito."
(Olavo Bilac, "Profissão de Fé", Poesias)

Nos versos acima, a atividade poética é comparada ao lavor do ourives, porque, para o autor:
a) A poesia é preciosa como um rubi.
b) O poeta é um burilador.
c) Na poesia não pode faltar a rima.
d) O poeta não se assemelha a um artesão.
e) O poeta emprega a chave de ouro.

7)  Leia com atenção:
"Torce, aprimora, alteia, lima
A frase; e, enfim,
No verso de ouro engasta a rima,
Como um rubim,
Quero que a estrofe cristalina,
Dobradas ao jeito
Do ouvires, saia da oficina
Sem um defeito."
(Olavo Bilac, "Profissão de Fé", Poesias)

Pode-se inferir do texto acima que, para Olavo Bilac, o ideal de forma literária é:
a) A libertação.
b) A isometria.
c) A estrofação.
d) A rima.
e) A perfeição.

8)  Leia com atenção:
"Torce, aprimora, alteia, lima
A frase; e, enfim,
No verso de ouro engasta a rima,
Como um rubim,
Quero que a estrofe cristalina,
Dobradas ao jeito
Do ouvires, saia da oficina
Sem um defeito."
(Olavo Bilac, "Profissão de Fé", Poesias)

Dentre as seguintes passagens, extraídas de poemas de outros autores, assinale aquela que pode ser considerada um reiteração da proposta contida no fragmento de "Profissão de Fé":
a) "Este verso, apenas um arabesco / em torno do elemento essencial - inatingível."
b) "Assim eu quereria o meu último poema / Que fosse terno dizendo as coisas mais simples e menos intencionais".
c) "Musa ! (...) dá-me o hemistíquio d'ouro, a imagem atrativa, / A rima (...) / a estrofe limpa e viva."
d) "Mundo mundo vasto mundo, / se eu me chamasse Raimundo / seria uma rima, não seria uma solução."
e) "Catar feijão se limita com escrever: / joga-se os grãos na água do alguidar / e as palavras na da folha de papel".

9)  Leia com atenção:
"Torce, aprimora, alteia, lima
A frase; e, enfim,
No verso de ouro engasta a rima,
Como um rubim,
Quero que a estrofe cristalina,
Dobradas ao jeito
Do ouvires, saia da oficina
Sem um defeito."
(Olavo Bilac, "Profissão de Fé", Poesias)

Indique, dentre os versos abaixo, aquele que, sob o ponto de vista da métrica, tem a mesma contagem de sílabas do verso: Do ourives, saia da oficina :
a) "A natureza apática esmaece"
b) "Minha terra tem palmeiras"
c) "Dobra o sino ... soluça um verso de Dirceu..."
d) "Não morrerás, deusa sublime!"
e) "São Paulo ! comoção de minha vida ..."

10)  Leia atentamente:
(...)
"Penetra surdamente no reino das palavras
Lá estão os poemas que esperam ser escritos."
(...)
"Chega mais perto e contempla as palavras.
Cada uma
tem mil faces secretas sob a face neutra
e te pergunta, sem interesse pela resposta,
pobre ou terrível, que lhe deres :
Trouxeste a chave ?"
("Procura da Poesia")

Os trechos do poema acima indicam:
a) Uma poética simbolista.
b) Um poema metrificado.
c) Fragmento de um soneto.
d) Um poema em prosa.
e) Uma composição de versos livres.

11)  Leia atentamente:
(...)
"Penetra surdamente no reino das palavras
Lá estão os poemas que esperam ser escritos."
(...)
"Chega mais perto e contempla as palavras.
Cada uma
tem mil faces secretas sob a face neutra
e te pergunta, sem interesse pela resposta,
pobre ou terrível, que lhe deres :
Trouxeste a chave ?"
("Procura da Poesia")

Pelos trechos apresentados, pode-se afirmar que é condição básica da atividade poética:
a) Decifrar o sentido latente das palavras.
b) Purificar as palavras para se obter uma expressão perfeita.
c) Conter na fragilidade das palavras a tempestuosidade da vida.
d) Descrever o lado obscuro das palavras ambíguas.
e) Fazer uma poesia baseada no ritmo e na musicalidade.

12)  Leia atentamente:
(...)
"Penetra surdamente no reino das palavras
Lá estão os poemas que esperam ser escritos."
(...)
"Chega mais perto e contempla as palavras.
Cada uma
tem mil faces secretas sob a face neutra
e te pergunta, sem interesse pela resposta,
pobre ou terrível, que lhe deres :
Trouxeste a chave ?"
("Procura da Poesia")

Os trechos do poema acima representam:
a) Um conselho ao jovem poeta para que observe as regras da gramática.
b) Um convite para explorar os valores virtuais e imanentes das palavras.
c) Um apelo para que as pessoas somente façam poesia quando de posse da chave de ouro.
d) A valorização do dicionário para o conhecimento das palavras.
e) Uma colocação cética quanto à inacessibilidade da poesia.

13)  Leia atentamente:
(...)
"Penetra surdamente no reino das palavras
Lá estão os poemas que esperam ser escritos."
(...)
"Chega mais perto e contempla as palavras.
Cada uma
tem mil faces secretas sob a face neutra
e te pergunta, sem interesse pela resposta,
pobre ou terrível, que lhe deres :
Trouxeste a chave ?"
("Procura da Poesia")

As características dos fragmentos acima apresentados, permitem classificar o poeta como :
a) Parnasiano.
b) Intimista e filosófico.
c) Modernista.
d) Regionalista.
e) Simbolista.

14)  Leia atentamente:
"Nas carreiras em que o número inscritos for inferior ao triplo do número de vagas oferecidas, todos os candidatos inscritos serão convocados para a 2.ª fase, independentemente do comparecimento à 1.ª fase ou do resultado obtido."

(Manual de informações da FUVEST, 1980)

Segundo o texto acima, pode-se dizer que:
a) Todos os candidatos serão convocados para a 2.ª fase, independentemente do resultado obtido na prova da 1.ª fase.
b) Serão impedidos de comparecer à prova da 1.ª fase os candidatos às carreiras em que o número de inscritos for inferior ao triplo do número de vagas.
c) Os candidatos serão convocados tanto na 1.ª quanto na 2.ª fase, desde que correspondam à terça parte do total de inscritos.
d) O candidato pode comparecer tão somente à 2.ª fase dos exames, desde que, na carreira por ele escolhida, o número de inscritos não seja superior ao triplo do número de vagas.
e) O número de vagas oferecidas na 2.ª fase é o triplo do número oferecido na 1.ª fase, independentemente das notas obtidas na carreira escolhida.

15)  Assinale o período que está pontuado corretamente:
a) Solicitamos aos candidatos que respondam às perguntas a seguir, importantes para efeito de pesquisas relativas aos vestibulares.
b) Solicitamos aos candidatos, que respondam, às perguntas a seguir importantes para efeito de pesquisas relativas aos vestibulares.
c) Solicitamos aos candidatos, que respondam às perguntas, a seguir importantes para efeito de pesquisas relativas aos vestibulares.
d) Solicitamos, aos candidatos que respondam às perguntas a seguir importantes para efeito de pesquisas relativas aos vestibulares.
e) Solicitamos aos candidatos, que respondam às perguntas, a seguir, importantes para efeito de pesquisas relativas aos vestibulares.

16)  Indique a alternativa correta:
a) Preferia brincar do que trabalhar.
b) Preferia mais brincar a trabalhar.
c) Preferia brincar a trabalhar.
d) Preferia brincar à trabalhar.
e) Preferia mais brincar que trabalhar.

17)  Indique a alternativa correta:
a) Tratavam-se de questões fundamentais.
b) Comprou-se terrenos no subúrbio.
c) Precisam-se de datilógrafas.
d) Reformam-se ternos.
e) Obedeceram-se aos severos regulamentos.

18)  Em "Queria que me ajudasses", o trecho sublinhado pode ser substituído por:
a) A sua ajuda.
b) A vossa ajuda.
c) A ajuda de você.
d) A ajuda deles.
e) A tua ajuda.

19)  O termo sublinhado na frase "Outrora houve bondes em São Paulo" tem o mesmo sentido em:
a) O professor houve por bem reconsiderar a decisão.
b) Houve um desagradável incidente ontem.
c) Sempre houve homens de bem.
d) Não sei como ele se houve com a justiça.
e) O sentenciado houve do poder público a suspensão de sua pena.

2-)  Indique a alternativa correta:
a) Filmes, novelas, boas conversas, nada o tiravam da apatia.
b) A pátria não é ninguém : são todos.
c) Se não vier as chuvas, como faremos?
d) É precaríssima as condições do prédio.
e) Vossa Senhoria vos preocupais demasiadamente com vossa imagem.

21)  Indique a alternativa correta:
a) O ladrão foi apanhado em flagrante.
b) Ponto é a intercessão de duas linhas.
c) As despesas da mudança serão vultuosas.
d) Assistimos a uma violenta coalizão de caminhões.
e) O artigo incerto na Revista das Ciências foi lido por todos nós.

22)  Dentre as seguintes opções, indique aquela que contenha somente termos de origem tupi:
a) Buquê, índio, taquara.
b) Arara, quiabo, micróbio.
c) Arar, futebol, fubá.
d) Xampu, macumba, saci.
e) Mandioca, cipó, peroba.

23)  Dentre as seguintes frases, assinale aquela que não contém ambigüidade:
a) Peguei o ônibus correndo.
b) Esta palavra pode ter mais de um sentido.
c) O guarda deteve o suspeito em sua casa.
d) O menino viu o incêndio do prédio.
e) Deputado fala da reunião no Canal 2.

24)  Em "O menino levou uma bronca!", a palavra sublinhada, termo de gíria empregado na fala popular e coloquial do Brasil, pode ser entendida como:
a) aversão.
b) repressão.
c) rejeição.
d) represália.
e) repreensão.

Gabarito das questões de Literatura da FUVEST
1 E 
2 C 
3 E
4 C 
5 A 
6 B
7 E 
8 C 
9 D 
10 E 
11 A 
12 B 
13 C 
14 D 
15 A 
16 C 
17 D 
18 E 
19 C 
20 B 
21 A 
22 E 
23 B 
24 E

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Não se esqueça de confirmar sua opção lá no seu e-mail!

Nenhum comentário :

Postar um comentário