Aprenda AGORA Português

5 exercícios práticos de substantivos


Abaixo você encontrará 5 exercícios práticos sobre substantivo. São questões de vestibular já com o gabarito para facilitar a conferência das respostas.

exercicios_portugues_gabarito (176)

1) (MACK) - Aponte a incorreta: 
a) Grã-duquesas, altares-mores.
b) Vaivéns, os leva-e-traz.
c) Flores-de-lis, navios-escola.
d) Malmequeres, bem-te-vis.
e) Aves-marias, guarda-noturnos.

2) (UBERLÂNDIA) - Dentre os plurais de nomes compostos aqui relacionados, há um que está errado. Qual?
a) Escolas-modelo
b) Quebra-nozes
c) Chefes-de-seções
d) Guardas-noturnos
e) Redatores-chefes

3) (ITA) - Indique a frase correta:
a) Mariazinha e Rita são duas leva-e-trazes.
b) Os filhos de Clotilde são dois espalhas-brasas.
c) O ladrão forçou a porta com pés-de-cabra.
d) Godofredo almoçou duas couves-flor.
e) Alfredo e Radagásio são dois gentil-homens.

4) (UFF) - Assinale a única série de duplas singular-plural em que existe uma forma incorreta:
a) Cidadão - cidadões
b) Cônsul - cônsules
c) Projetil - projetis
d) Corrimão - corrimões
e) Olho-de-sogra - olhos-de-sogra

5) (Uff 1999) - 1 Educai o coração da mulher, esclarecei seu intelecto com o estudo de coisas úteis e com a prática dos deveres, inspirando nela o deleite que se experimenta ao cumpri-los; purgai a sua alma de tantas nocivas frivolidades pueris de que se acha rodeada mal abre os olhos à luz.
2 Cessai aqueles tolos discursos com os quais atordoais sua razão, fazendo-a crer que é rainha, quando nada mais é que a escrava dos vossos caprichos. Não façais dela a mulher da Bíblia; a mulher de hoje em dia pode sair-se melhor do que aquela; nem muito menos a mulher da Idade Média: da qual estamos todas tão distantes que não poder-nos-ia servir de modelo; mas a mulher que deve progredir com o século dezenove, ao lado do homem, rumo à regeneração dos povos.
3 Guarde-se bem o homem de ter a mulher para seu joguete, ou sua escrava; trate-a como uma companheira da sua vida, devendo ela participar de suas alegres e tristes aventuras; considere-a desde o berço até seu leito de morte, como aquela que exerce uma influência real sobre o destino dele, e por conseguinte sobre o destino das nações; dedique-lhe, por último, uma educação como exige a grande tarefa que ela deve cumprir na sociedade como o benéfico ascendente do coração; e a mulher será como deve ser, filha e irmã dedicadíssima, terna e pudica esposa, boa e providente mãe.
(1859)
FLORESTA, Nísia. Cintilações de uma alma brasileira. Florianópolis/ Santa Cruz: Ed. Mulheres/ Ed. Da UNISC, 1997. p. 115-7.

Na flexão dos diminutivos, o uso coloquial, com freqüência, se diferencia do uso prescrito pela gramática normativa.
Assinale o par de palavras em que os DOIS USOS ocorrem:
a) colherzinhas - florzinhas
b) mulherzinhas - coraçõezinhos
c) florezinhas - mulherezinhas
d) mulherzinhas - coraçãozinhos
e) colherezinhas - floreszinhas

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Não se esqueça de confirmar sua opção lá no seu e-mail!

Nenhum comentário :

Postar um comentário