Aprenda AGORA Português

Exercícios sobre oração coordenada

Estes 15 exercícios sobre oração coordenada são simples. Identifique as orações e em seguida classifique como orações coordenadas assindéticas ou como orações coordenadas sindéticas. Não deixe, ainda, de classificar o tipo de oração coordenada sindética.

01) Ele estudou o ano inteiro para o vestibular, logo conseguiu entrar na tão sonhada faculdade.
02) Não deixe de estudar, pois amanhã haverá prova.
03) Fale depressa que eu preciso ir embora.
04) A desintegração do núcleo libera o calor; logo fornece energia.
05) Ou você me conta a verdade ou sai daqui.
06) Terminou toda a obrigação; portanto pôde sair.
07) Queriam caminhar muito; contudo não tiveram forças.
08) Sempre foi atenta às aulas, mas nunca gostou da matéria.
09) Foram ao shopping; nada compraram.
10) Netuno é deus do mar, mas Baco tem afogado muita gente.
11) A árvore devia estar meio podre; o vento a derrubou, pois.
12) Pensou em mim; esqueceu-se de si mesmo.
13) Não era uma beldade; contudo impunha-se pela sua simpatia.
14) Ela não estaria morrendo nem de frio, nem de fome.
15) O governo aumentará o preço do álcool e imporá novas medidas de racionamento de combustível.

37 exercícios sobre orações reduzidas

Estes 37 exercícios consistem no desenvolvimento e classificação de orações reduzidas.

Desenvolver e classificar as seguintes orações reduzidas:
01) Construída a estrada, tornar-se-á fácil ir ao Norte. 
02) Insisto em seres leal.
03) Sabemos estar você muito triste.
04) Terminado o recital, o artista foi aplaudido.
05) Preparando-se para o jogo, os meninos não irão sair.
06) Todos fizeram o firme propósito de não mais falar da vida alheia.
07) Era preciso rezarmos àquela hora.
08) Já pedi dinheiro para comprar mais selos.
09) A velhinha, arrastando a cesta pesada, agradeceu a caridade...
10) Descoberto o perigo, procurou-se evitá-lo.

Exercício sobre orações subordinadas substantivas com gabarito

Este é um exercício de classificação de orações subordinadas substantivas com gabarito.
Divida e classifique as orações substantivas dos períodos abaixo:

a) Fizeram a seguinte advertência: que o trabalho fosso secreto.
b) É possível que as provas sejam anuladas.
c) A boa notícia do dia seria que descobrissem a cura da AIDS.
d) Alguém lhe perguntou de onde vinha.
e) Ninguém soube se morrera de desgosto.
f) Inteirei-me de que ela havia mentido.
g) Queríamos saber onde estava o proprietário do veículo.
h) Foi permitido que se estacionasse na calçada.
i) Seria conveniente que a empresa contivesse os gastos.
j) Ninguém sabe quem são os assaltantes.
l) Compreende-se que o ponto da lição era difícil.
m) Estou convencido de que ninguém mais verá esse convite.
n) É obrigatório que se ande de camisa aqui dentro.
o) O necessário é que se tenha a quantia solicitada para a realização do evento.
p) É uma pena que não existisse transmissão direta de tevê naquela época.
q) Tenho dúvida de que você venha hoje.
r) Lembre-se de que todos somos pó.
s) Quando uma mulher não te ama cada dia mais, podes ficar certo de que ela te ama cada dia menos.

Exercícios com orações coordenadas

Neste post, trago alguns exercícios com orações coordenadas. Use-os para fazer boas avaliações, mas nunca desconsidere a possibilidade de fazer avaliações que contemplem a realidade dos seus alunos.

1. Classifique as orações:
a) Abriu a pesada porta e rapidamente entrou.
b) Trouxe café, mas esqueceu o leite.
c) Não estuda nem trabalha.
d) Todas aquelas pessoas cortam cana ou plantam sementes.
e) Guarde a arma, porque o ladrão já fugiu.
f) Os cálculos serão refeitos, portanto aguarde as modificações.
g) Apagou o cigarro, fechou as gavetas e vestiu o paletó.
h) Não viu o bilhete nem desconfiou de nada, mas tomou uma atitude inesperada.
i) Ora a única filha chora, ora a mulher reclama.
j) José chegou conosco; não quis, porém, a nossa companhia.

2.Junte as frases usando uma conjunção coordenativa:
a) Um homem apareceu. Deu a trágica notícia.
b) Falo aos berros. Ninguém me ouve.
c) Sua agenda está cheia. Não poderá receber-nos.
d) Viva intensamente. A vida é curta.
e) Devolveu todas as medalhas. Passou a defender os ideais suspeitos do antigo inimigo.
f) Pegou o copo. Encheu de água. Bebeu tudo sofregamente.
g) A política econômica é desastrosa. O país consegue sobreviver.
h) Feche a torneira. A água anda escassa

Mente, alma e psiquê – Exercício de interpretação de textos

Estes dois exercícios de interpretação de textos vêm com gabarito e foram aplicados num concurso público. Faça-os. No final, você encontrará o gabarito para as duas questões.
"A MENTE" ou a "ALMA" ou a "PSIQUÊ" são imateriais demais para serem investigadas por algum método científico. Aquilo com que os psicólogos lidam de fato é o comportamento, que é bastante palpável para ser observado, registrado e analisado. Este ponto de vista é muitas vezes criticado por pessoas que dizem que esta maneira de ver as coisas omite importantes qualidades e aspectos da natureza humana. Tal objeção pode ou não ser verdadeira a longo prazo, e se transforma quase numa questão mais filosófica que científica. Não adianta discuti-la aqui. Vamos simplesmente concordar em que poderemos avançar até certo ponto, considerando apenas o comportamento, deixando para depois a demonstração das possíveis limitações dessa posição."

Resumo do livro “O que é Educação”

Um dos posts mais visitados do meu primeiro blog, o Blog do Bauru, é um em que apresentei o resumo do livro “O que é Educação” de Carlos Rodrigues Brandão.

educação_resumo_resenhaComo o assunto é pertinente para os leitores deste meu blog, trago, com algumas alterações, o mesmo post. Confira o outro lendo o post “Resumo do livro "O que é educação?" de Carlos Rodrigues Brandão”.

Aprenda : Orações subordinadas adjetivas

Vamos aprender o que são orações subordinadas adjetivas. Passo abaixo a fazer algumas considerações sobre elas:
Em primeiro lugar, lembrem-se de que as orações adjetivas podem aparecer sob forma reduzida de : particípio, gerúndio ou infinitivo.

Ex: Conheci as garotas chegadas da Itália*. ( = que chegaram da Itália)
*subord. adjetiva restritiva reduzida de particípio

Nesta esquina, há crianças pedindo esmolas*. ( = que pedem esmolas)
*subord. adjetiva restritiva reduzida de gerúndio

Meu vizinho possui um cão de meter medo*. ( = que mete medo )
*subord. adjetiva restritiva reduzida de infinitivo

Lista de substantivos coletivos (gerais)

Depois dos dois primeiros posts sobre substantivos coletivos, mais uma lista, mas agora alguns coletivos aleatórios. Aproveite para aumentar seu conhecimento.
acervo: de obras artísticas
antologia: de trechos literários selecionados
armada: de navios de guerra
arquipélago: de ilhas

Principais abreviaturas na Língua Portuguesa - A

Recentemente desconfiei que estava abreviando de forma incorreta a palavra “atenciosamente”. Numa rápida pesquisa, descobri que estava mesmo e para que você não erre também, listarei abaixo as principais abreviaturas da Língua Portuguesa. Nesse post, apresento as principais abreviaturas com a letra A.

Análise de charge sobre “Os ratos na política”

obama_lula_ratos_politicos
Cada um tem os ratos que merece
Textos mistos são aqueles que apresentam uma parte verbal e outra não verbal. Essa charge acima é um bom exemplo disso. O tema já foi explorado em meu outro blog chamado “Blog de Charges” (onde foi originalmente publicado este post).

Na imagem temos Barack Obama de um lado e o presidente Lula do outro. No lado americano, o presidente pontuando algo no discurso.  Ali vemos a palavra “rato” sendo usada em seu sentido denotativo:
Rato: substantivo masculino
1    Rubrica: mastozoologia.
design. comum dos roedores da fam. dos murídeos, esp. daqueles do gên. Rattus, como o rato-preto e a ratazana, atualmente disseminados por todo o mundo, responsáveis pela destruição de grandes quantidades de alimento e pela transmissão de diversas doenças, como a peste bubônica
No segundo quadro, o presidente Lula. Atrás desse, a segunda ocorrência da palavra “rato”, mas dessa vez em seu sentido conotativo, sinônimo de político.
Rato: substantivo masculino
3    Derivação: sentido figurado.
pessoa que pratica furtos em locais públicos; ladrão
Crítica aos políticos? Isso é constante nos periódicos, nas charges, nos discursos dos analistas políticos. Cabe a cada um apresentar sua visão do fato. E você? Tem uma outra visão da charge? Fale nos comentários.

As barreiras protecionistas – Exercício de interpretação de textos

Leia o texto abaixo para responder às questões 1 e 2.
A economia brasileira, há alguns anos, apresentava fortes barreiras protecionistas, e controles cambiais provocavam a valorização artificial do câmbio comercial, havendo ágio expressivo no mercado livre. A realidade hoje é outra. As barreiras tarifárias foram muito reduzidas, a taxa de câmbio é flutuante e não há diferença significativa entre o mercado oficial e o paralelo. Os modelos econométricos disponíveis, por menos precisos que sejam, são unânimes em apontar para uma desvalorização do real acima do seu equilíbrio de longo prazo, e não o contrário. Logo, onde está o problema? Por que gastar escassos recursos públicos – pois não se faz política industrial sem eles – para poupar divisas quando o mercado já está bem sinalizado nesta direção? Pode até haver outras razões para justificar a política proposta. Mas economia de divisas não é uma delas.

Exercício de argumentação e coerência

“A compactação do tempo na sociedade tecnológica não aceita a cronometragem tradicional e quase provoca uma simultaneidade. Até o início de nosso século, o homem acumulava riquezas. Hoje, o que se tem é a acumulação de velocidade. Sem sair do lugar em que se encontra, uma pessoa pode estar, num átimo, em toda parte.”
Assinale a opção que completa a frase-síntese abaixo, mantendo a mesma linha de argumentação e a coerência de idéias do texto. 

Preencha as lacunas de forma coesa e coerente

Assinale a opção em que uma das sugestões é incorreta para o preenchimento coeso e coerente da lacuna correspondente. 

Existem hoje no País cerca de 3,8 milhões de computadores conectados à Internet. _____1_______ o ritmo atual de crescimento, esse número dobrará em menos de quatro anos, podendo comprometer a velocidade e a qualidade das conexões e esgotar em pouco tempo o potencial de ingresso de novos usuários.
O programa Sociedade da Informação tem como um de seus objetivos evitar ___2_____ esgotamento e contribuir para a redução das desigualdades sociais e regionais. Para isso, pretende ___3_____ o uso do computador em todo o território nacional e criar condições para que o maior número de brasileiros ___4___ acessar a Internet.
O programa inclui as Redes Metropolitanas de Alta Velocidade (Remavs), que já ___5____ implantadas por projetos pilotos em 14 cidades brasileiras.
Nessa etapa, o Ministério da Ciência e Tecnologia e o Ministério da Educação terão interligado na rede todas as instituições federais de ensino superior e institutos de pesquisa do país.

a) 1. Se for mantido / Caso seja mantido
b) 2. esse / tal
c) 3. disseminar / difundir
d) 4. possa / chega a
e) 5. vêm sendo / estão sendo

Gabarito: D

Avaliação sobre pronomes pessoais

Avaliações de Língua Portuguesa prontas achamos aos montes na internet, mas a qualidade dessas é duvidosa. Por esse motivo, trago uma avaliação de Língua Portuguesa sobre pronomes pessoais. Use-a em suas aulas ou como exercício de apoio para seus alunos.

1) Substitua as expressões destacadas pelos pronomes pessoais oblíquos correspondentes. Cuidado com  acentuação das oxítonas.
a) Fico à janela vendo o tempo passar.
b) Basta ver o estado das coisas depois que desperto.
c) Seu propósito é envelhecer o mundo.
d) Os homens sentem a passagem do tempo.
e) Eu queria convidar os leitores a assistir ao que ele tem feito.

7 exercícios de concordância

1. Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas da frase inicial:
.......................................................a tempo as complexidades do problema ................................................. pareceres de técnicos na matéria.
(     ) Lembradas-pediram-se
(     ) Lembrado-pediu-se
(     ) Lembradas-foi pedido
(     ) Lembrado-pediram-se
(     ) Lembrado-foram pedidos

Veja mais seis exercícios clicando no link abaixo.

Teste: Locução adjetiva e locução adverbial

Estudar as relações da palavras nos enunciados é muito prazeroso para mim. Este é um exemplo de exercício que gosto de discutir com alunos.

Explique  por que a expressão destacada abaixo é locução adverbial, na frase A,  e locução adjetiva, na frase B.

A) Os trabalhadores saíram cedo da indústria.
B) Os trabalhadores da indústria saíram cedo.

Exercício sobre advérbios com texto de Millôr

Leia o texto que segue:

          “ Não há muito tempo atrás
             Eu sonhava  um dia  ter
             Esse ordenado enorme
             Que mal  me dá pra viver.”
                                                  ( Millôr Fernandes ) 

Um dia” e  “mal” exprimem, respectivamente, circunstâncias de:
(      ) tempo / intensidade.
(      ) tempo / modo.
(      ) lugar / intensidade.
(      ) tempo / causa.
(      ) lugar / modo.

Dois exercícios sobre adjunto adverbial

Trabalhei, na última semana, em algumas classes um assunto bem interessante: advérbios. Usei estes dois exercícios como exemplos do que se pede no vestibular atualmente. Faça-o também e aprenda mais sobre advérbio/adjunto adverbial.

1. Nas frases a seguir, os adjuntos adnominais adverbiais estão destacados. Em que frase o adjunto adverbial expressa o valor semântico de instrumento ?
(      ) Ele ficou sozinho  no meio da praça.
(      ) Ontem, fui de metrô   ao colégio   com meu melhor amigo.
(      ) Consegui abrir a caixa de madeira  com um canivete.
(      ) No segundo bimestre,  não haverá  mudanças  muito  radicais  na fábrica.
(      ) Hoje,  despertei   preguiçosamente   às dez horas.

2.  I- Ele é  muito simpático.
     II- Ele trabalhou  muito pouco.
     III- Há muito livro interessante.

Muito”  é:
(     ) Adjunto adverbial em  I  e  II   e  adjunto adnominal  em  III.
(     ) Adjunto adverbial em  I  e  adjunto adnominal  em  II  e  III.
(     ) Adjunto adverbial em  II  e  adjunto adnominal  em  I  e  III.
(     ) Adjunto adverbial em  I,  II  e III.
(     ) Adjunto adnominal em  I,  II  e  III.

Transição para o novo milênio – Exercício de interpretação de textos

Entre outros fatores favoráveis à melhoria do desempenho do Brasil na transição para o novo milênio, devem-se citar: a redução da taxa de crescimento demográfico, a maior racionalidade econômica resultante do abandono do dirigismo intervencionista pela economia de mercado, a melhoria de produtividade incentivada pela abertura internacional e a retomada de investimentos estrangeiros diretos, que começou a atingir índices expressivos a partir de 1996.

Em relação ao texto acima, assinale a opção incorreta.

a) A expressão “à melhoria” pode ser substituída por “com a melhoria” sem prejuízo para a correção gramatical do período.

b) Ao se transformar a estrutura “devem-se citar” em passiva analítica, o particípio fica no masculino para concordar com “fatores favoráveis”.

c) A palavra “resultante” pode ser substituída pela estrutura “que resulta”, mantendo a correção sintática e as mesmas relações semânticas.

Gabarito: A

Exercício de coerência e direção argumentativa

Indique o item que completa o texto a seguir, com correção gramatical e coerência com a direção argumentativa e o conjunto das idéias nele expressas.

“O que as estatísticas mais recentes dos organismos internacionais revelam é o alargamento da brecha entre ricos e pobres. As ___________ condições de competitividade ______________ um desejável salto de qualidade no processo tecnológico de desenvolvimento que permitisse recuperar terreno e acelerar o progresso nacional. Uma das áreas essenciais é a educação. O conhecimento é a medida da diferença entre o progresso e a estagnação. ________________ despreparados para absorver os novos conceitos, para usar as novas técnicas, para criar, na pesquisa, suas próprias respostas instrumentais às novas demandas, condenam-se à contemplação estática de um mundo que cada vez mais _____________________ .”

a) necessárias – impedem – Quem estiver – dele exigirá

b) injustas – impulsionam – Dentre aqueles – deles se apartará

c) desiguais – desfavorecem – Os que estiverem – deles se afastará

d) des-humanas – impelem – Aqueles que estejam – alijará a eles

e) iníquas – retardam – Os brasileiros que tiverem – lhe excluirá dele

Gabarito: C

Exercício de pontuação e coesão textual

Julgue os itens quanto ao emprego dos sinais de pontuação.

I. O desempenho da economia brasileira em 2001, foi aquém do necessário para um aumento da renda média nacional.

II. No entanto, considerando-se os diversos constrangimentos, internos e externos que o país precisou enfrentar ao longo de 2001, a expansão de 1,51% no Produto Interno Bruto (PIB) não foi um mau resultado, pois ao menos não se deu passos para trás.

III. Alguns desses constrangimentos estão superados. Já não há mais racionamento de energia elétrica, por exemplo, e o Brasil poderá crescer um pouco mais em 2002.

IV. Mas ainda será preciso algum tempo para que a economia volte a se expandir aceleradamente de forma sustentada, sem criar novos gargalos que possam abortar o processo de recuperação logo adiante, num círculo vicioso.

Estão corretos apenas os itens:

a) I, II

b) II, III

c) II, IV

d) I, III

e) III, IV

Gabarito: E

Modernização conservadora - Exercícios de interpretação de textos

Leia o texto abaixo para responder às questões 1 e 2.

Antigamente, falava-se em reformismo ou socialismo, termos que, embora não isentos de ambivalência, indicavam a intenção básica de corrigir desequilíbrios na repartição do poder político ou econômico em favor dos mais débeis. Modernização, ao contrário, evocaria em certas condições o que foi descrito por intérpretes da evolução histórica brasileira como "modernização conservadora". É um processo, em certos casos ambicioso, de alteração política, chegando mesmo às vezes à mudança de regime – a Independência, a Proclamação da República, a Revolução de 30 –, mas sem tocar em profundidade nas estruturas sociais e econômicas. Dirigentes antigos são substituídos por "modernos", esses dispõem-se até a cooptar membros da velha classe dirigente – a exemplo dos conselheiros do Império, Rodrigues Alves e Afonso Pena, elevados a presidentes da República –, mas não há transformações para valer nas posições respectivas de dominadores e dominados em termos de poder ou de riqueza.

1. De acordo com o texto assinale a opção correta.
a) Tanto “reformismo” como “socialismo” propunham distribuição desequilibrada do poder político.
b) “Reformismo” e “socialismo” são termos mais exatos e precisos, que não oferecem margem de interpretação dúbia.
c) A “modernização conservadora” propõe avanços significativos sempre dentro do mesmo regime.
d) As transformações profundas das estruturas sociais e econômicas somente podem ocorrer no quadro proposto pelos “modernos”.
e) A “Modernização” pode produzir profundas alterações políticas, mas não altera a assimetria das relações, seja no poder seja na distribuição da riqueza.

2. Em relação às estruturas do texto, assinale a opção incorreta.
a) Em “falava-se” o “se” indica indeterminação do sujeito.
b) A palavra “débeis” está sendo utilizada no sentido de fisicamente fracos, doentes.
c) Em todas as ocorrências de travessões, a substituição por parênteses estaria correta.
d) A palavra “cooptar” significa atrair possíveis adversários para seus objetivos, até mesmo, ignorando os procedimentos de praxe.
e) Confere-se ao texto mais formalidade ao substituir a expressão “para valer” por reais e significativas.

Gabarito:
1: E
2: B

Competência tributária – Exercício de interpretação de textos

Leia o texto abaixo e, nas questões 1 e 2, assinale a opção incorreta.

A competência tributária do Estado do Mato Grosso do Sul, disciplinada por este Código, compreende:

I- impostos sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestação de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação, ainda que as operações e as prestações se iniciem no exterior;

II- taxas, em razão do exercício de polícia ou pela utilização, efetiva ou potencial, de serviços públicos específicos e divisíveis, prestados ao contribuinte ou postos à sua disposição;

III- contribuição de melhoria, decorrente de obras públicas;

IV- contribuição, cobrada dos servidores estaduais, para o custeio, em benefício destes, do sistema de previdência e assistência social.

Parágrafo único. Para conferir efetividade aos objetivos de pessoalidade dos impostos e da sua graduação segundo a capacidade econômica do contribuinte, fica facultado à Administração Tributária, sempre que possível e respeitados os direitos individuais e as prescrições deste Código, identificar o patrimônio, os rendimentos e as atividades do sujeito passivo da obrigação.

1.
a) A segunda preposição “sobre”, no inciso I, pode ser substituída por “à”.
b) Todos os sinais indicadores de crase empregados no texto são de uso obrigatório.
c) No inciso II, “em razão do” pode ser substituído corretamente por “em virtude de”.
d) A próclise do pronome átono no inciso I é preferível à ênclise.
e) A vírgula em III separa expressão de natureza explicativa.

2.
a) O adjetivo “divisíveis”, no inciso II, refere-se explicitamente à divisão dos tributos entre Município, Estado e União.
b) No inciso IV, pode-se, corretamente, substituir “dos” por “aos”.
c) No inciso IV, “do sistema de previdência e assistência social” é complemento nominal de “custeio”.
d) Se o sintagma “as prescrições deste Código” ocorresse imediatamente antes de “os direitos individuais”, no parágrafo único, seria correto empregar-se ali “respeitadas” em vez de “respeitados”.
e) No parágrafo único do inciso IV, “sujeito passivo da obrigação” refere-se a “contribuinte”.

Gabarito:
1: B
2: A

Sistema prisional – Exercício de interpretação de textos

Há quem defenda a pena de morte, mas esse assunto caberia bem não num post de interpretação de textos e sim numa proposta de redação. Trago, no entanto, uma avaliação de interpretação de textos com gabarito.

pena-de-morte 2

Pé de milho – Exercício de interpretação de textos

milho_analise_de_textos Tenho recebido em meu e-mail solicitações de exercícios mais completos com gabaritos. Pensando nesses meus leitores fieis, trago uma avaliação de interpretação de textos com gabarito pronta para ser usada.

Clique no link abaixo e use-a como preferir. Você pode, ainda, colocar o número de acertos que obteve ali nos comentários.

5 exercícios de interpretação de textos com gabarito

O Governo está investigando todos os contratos de dívida externa de cerca de 8 mil empresas que tiveram seus débitos considerados pagos pelo Banco Central. Os técnicos querem saber se os débitos foram realmente liquidados ou repactuados. Algumas dessas operações podem ter sido contabilizadas de modo irregular __________________menos imposto.

Assinale o trecho que, ao ser inserido na lacuna, torna o período gramaticalmente incorreto.

a) para que se permitisse às empresas pagarem

b) para que às empresas fosse permitido pagar

c) de forma que as empresas pagassem

d) para permitirem as empresas pagarem

e) para permitir que as empresas pagassem

Gabarito: A 

Veja mais cinco exercícios de interpretação de textos com gabarito clicando no link abaixo:

Explicação sobre plural de substantivos compostos

O plural dos substantivos compostos ainda suscita muitas dúvidas na cabeça dos usuários. Por este motivo, trago uma pequena explicação sobre alguns casos mais “estranhos”.

Nos casos em que o segundo elemento dá ideia de finalidade ou semelhança ou limita o primeiro, manda a tradição que só se pluralize o primeiro:

pombo-correio pombo-correio/pombos-correio

banana-maçã/bananas-maçã

café-concerto/cafés-concerto

fruta-pão/frutas-pão

salário-família/salários-família

escola-modelo/escolas-modelo

Todavia, a tendência atual da língua portuguesa do Brasil, segundo algumas gramáticas que consultei, é a pluralização dos dois elementos, mesmo nesse caso. É o que se nota também quando se consulta o Novo Aurélio da Língua Portuguesa, em que alguns dos substantivos acima surgem com duas formas abonadas para o plural (salários-família e salários-famílias, por exemplo); outros têm abonada apenas a forma de plural em que variam os dois elementos (pombos-correios, por exemplo).

As lições de Mário Quintana

Ao olhar para imagens de Mário Quintana na web ou nos muitos livros que estão ao meu alcance aqui, fico com a impressão de que ele era uma pessoa frágil fisicamente.

mario-quintana-foto-na-rede

Não é, no entanto, totalmente frágil aquele que sabe lidar com as palavras. Quintana nos dá uma grande lição em relação aos problemas e desafios acadêmicos em seu “Poeminha do contra”:

POEMINHA DO CONTRA
Todos estes que aí estão
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho!

Lista de substantivos coletivos de animais e vegetais

No post anterior expliquei o que é substantivo coletivo e apresentei uma primeira lista de substantivos coletivos relativa a pessoas. Neste post, passo a apresentar uma lista de substantivos coletivos que se referem a conjuntos de animais ou vegetais.

alcateia-na-nevealcateia: de lobos

bando: de aves
cacho: de frutas
cáfila: de camelos
cardume: de peixes
colmeia: de abelhas
colônia: de bactérias, de formigas, de cupins
enxame: de abelhas, de vespas, de marimbondos
fato: de cabras
fauna: de animais de uma região
feixe: de lenha, de capim
flora: de vegetais de uma região
junta: de bois
manada: de animais de grande porte
matilha: de cães de caça
molho: de verduras
ninhada: de filhotes de aves
nuvem: de insetos (gafanhotos, mosquitos, etc.)
panapaná: de borboletas
plantel: de animais de raça
ramalhete: de flores
rebanho: de gado em geral
recua: de animais de carga
réstia: de alhos ou cebolas
revoada: de pássaros
tropa: de animais de carga
vara: de porcos

Exercício de coesão textual

Leia o texto e marque a afirmação incorreta.

A ciência e o processo científico não constituem __1__ única forma de obtenção do conhecimento. Além da experiência cotidiana, constituindo __2__ base cultural, __3__ os saberes reflexivos da filosofia. Apenas o simples processo experimental da ciência não conduz __4__ sabedoria: é necessário submeter os seus resultados __5__ elaboração filosófico-conceitual, __6__  preceitos éticos, para torná-los verdadeiramente humanos.

a) As lacunas 1 e 2 devem ser preenchidas com a, artigo feminino singular.

b) Na lacuna 3 é correto colocar há, pois o verbo haver, quando utilizado no sentido de existir, é impessoal.

c) Duas opções, a e à, podem ser utilizadas indistintamente na lacuna 4, uma vez que conferem sentido idêntico ao período.

d) Estaria correto preencher a lacuna 5 com à.

e) A estrutura sintática do período admite que a lacuna 6 seja preenchida com aos.

Gabarito: C

Lista dos principais substantivos coletivos

Substantivo coletivo é uma palavra que designa um grupo de seres da mesma espécie. Embora seja usada no singular, dá ideia de pluralidade. Abaixo você encontrará uma lista dos principais substantivos coletivos da Língua Portuguesa.

Substantivos coletivos que designam grupos de pessoas:

assembleia: de pessoas reunidas
banca: de examinadores
banda: de músicos
bando: de desordeiros ou malfeitores
batalhão: de soldados
camarilha: de bajuladores
cambada: de desordeiros ou malfeitores
caravana: de viajantes ou peregrinos
caterva: de desordeiros ou malfeitores
choldra: de assassinos ou malfeitores
chusma: de pessoas em geral
claque: de pessoas pagas para aplaudir
clero: de religiosos
colônia: de imigrantes
comitiva: de acompanhantes
corja: de ladrões ou malfeitores
coro: de cantores
corpo: de eleitores, de alunos, de jurados
elenco: de atores de uma peça, filme, etc.
falange: conjunto de tropas, de anjos, de heróis
horda: de bandidos, de invasores
junta: de médicos, de examinadores, de credores
júri: de jurados
legião: de soldados, de anjos, de demônios
leva: de presos, de recrutas
malta: de malfeitores ou desordeiros
multidão: de pessoas em geral
orquestra: de músicos
pelotão: de soldados
plantei: de atletas
plateia: de espectadores
plêiade: de poetas ou artistas
prole: de filhos
quadrilha: de ladrões ou malfeitores
roda: de pessoas em geral
ronda: de policiais em patrulha
súcia: de desordeiros ou malfeitores
tertúlia: de pessoas íntimas, de intelectuais
tripulação: de aeroviários ou marinheiros
tropa: de soldados, de pessoas
turma: de estudantes, de trabalhadores, de pessoas em geral

Como se classificam os substantivos?

Os substantivos são classificados segundo os itens abaixo:

a)  Simples - Apresenta um único radical em sua estrutura: chuva, livro, livreiro, guarda, flor, desenvolvimento, etc.

b)  Composto - Apresenta pelo menos dois radicais em sua estrutura: guarda-chuva, guarda-livros, couve-flor, palma-de-santa-rita, pernilongo, floricultura, etc.

c)  Primitivo - Não provém de nenhuma outra palavra da língua: árvore, folha, carta, dente, etc.

d)  Derivado - É formado a partir de outras palavras da língua pelo processo de derivação: arvoredo, folhagem, carteiro, dentista, etc.

e)  Concreto - Dá nome a seres de existência independente, reais ou imaginários: armário, formiga, abacateiro, homem, Brasil, cidade, sereia, Deus, vento, etc.

f)   Abstrato - Dá nome a estados, qualidades, sentimentos ou ações: tristeza, maturidade, clareza, brancura, ética3 honestidade, paixão, amor, atenção, concentração, beijo, abraço, conquista, etc.

g)  Comum - Designa todo e qualquer indivíduo de uma espécie de seres: homem, mulher, rio, montanha, planeta, animal, professor, país, estrela, etc.

h) Próprio - Designa um indivíduo particular de uma determinada espécie: José, Ana, Araguaia, Corcovado, Marte, Simão, Angola, Aldebarã, etc.

i)  Coletivo - É um substantivo comum que nomeia conjuntos de seres de uma mesma espécie.

Conceitos básicos sobre substantivo

substantivo_gramática_analise_de_textosSubstantivo é a palavra que nomeia os seres. Incluem-se nesse caso os nomes de pessoas, de lugares, de instituições, de grupos, de indivíduos e de entes imaginários.

Ex.: Maria, Brasil, sociedade, comunidade, vegetação, cavalo, sereia, saci.

Também se incluem os nomes de ações, estados, qualidades, sensações, sentimentos.

Ex.: acontecimento, correria, encontro, pobreza, miséria, honestidade, integridade, amor, liberdade, cidadania.

O substantivo normalmente exerce funções sintáticas diretamente relacionadas com o verbo: atua como núcleo do sujeito, dos complementos verbais (objeto direto ou indireto) e do agente da passiva. Pode ainda funcionar como núcleo do complemento nominal ou do aposto, como núcleo do predicativo do sujeito ou do objeto ou como núcleo do vocativo.

No próximo post, as classificações dos substantivos.

Dom Quixote – Exercício de interpretação de textos

Nas questões 1 e 2, marque a afirmação incorreta em relação ao texto seguinte.

“A ética quixotesca está toda resumida naquele trecho da obra em que Dom Quixote confessa a Sancho não saber o que realizava à custa de tantos trabalhos e de tantas penas. Não se tratava, contudo, de decepção do utopista, pois é essencial não confundir quixotismo com utopismo. Nosso herói não abandonou sua rotina acanhada de fidalgo manchego para fazer um mundo melhor; muito menos inspirava-o um projeto para o homem ou para a sociedade. Ele saiu em nome do ideal de emendar injustiças e punir delitos cometidos contra os mais fracos, como mandava a ética cavalheiresca, não para impedir que, no futuro, eles voltassem a ser praticados. O utopista, em comum com o racionalista, tem sempre um programa muito preciso, e Dom Quixote tem um ideal, mas não tem projeto algum, o que é algo eminentemente saudável numa época como a nossa, em que há demasiados projetos e poucos ideais.

1.

a) O adjetivo "manchego" é depreciativo e está relacionado à situação de penúria do herói.

b) Uma utopia pressupõe um projeto que possa trazer benefícios a alguém ou a algum grupo.

c) A ética quixotesca visava à reparação de injustiças.

d) A ética cavalheiresca hauria-se em um ideal difuso de defesa dos oprimidos.

e) Dom Quixote não tinha projeto, só tinha ideal.

Gabarito: A

2.

a) "está toda resumida" pode ser substituída por “resume-se toda”.

b) A oração reduzida "não saber o que realizava à custa de tantos trabalhos" pode ser substituída por oração desenvolvida iniciada pela conjunção integrante que, fazendo-se as adaptações necessárias.

c) Em "Não se tratava…" o verbo é impessoal.

d) Se suprimidas as vírgulas usadas no segundo período do texto prejudicam-se sua clareza, correção e legibilidade.

e) Em "inspirava-o" o pronome refere-se ao sintagma "mundo melhor", que o precede no enunciado.

Gabarito: E

Biografia de Mário de Andrade, autor de Macunaíma

Mário Raul de Morais Andrade nasceu em São Paulo a 9 de outubro de 1893, na rua Aurora n° 320, casa que Oneyda Alvarenga informa haver sido destruída. Era filho de Carlos Augusto e Mauri Luíza de Morais Andrade. Em 1899 foi matriculado na Grupo Escolar Triunfo, de 1905 e 1909 freqüentou o colégio dos irmãos Marsistas "Nossa Senhora do Carmo", onde obteve o bacharelado em ciências e letras.

marioÉ possível que, em 1909 ou 1910, tenha iniciado seus estudos de piano, aos 16 anos portanto, o que não deixa de ser um pouco tarde para quem tinha então pretensões de ser concertista. Sua mãe e sobretudo sua tia Ana Francisca de Leite Morais, boa pianista, foram seus primeiros mestres. A 20 de fevereiro de 1911, inscreve-se no Conservatório Dramático e Musical de São Paulo, casa que freqüentaria assiduamente até fim dos seus dias.

Foi nomeado "aluno praticante", que ensinava aos mais jovens noções de música. Porém, um triste fado recobre seu futuro de pianista. Seu irmão Renato faleceu subitamente aos 14 anos: o choque foi tão grande para Mário que lhe veio um tremor, talvez fruto de um nervosismo, ou algo mais grave. A coordenação dos dedos no piano ficara comprometida.

É importante saber que Mário dedicou à música tanto quanto às outras artes. Mais do que isso, ele viveu, desde a juventude até a morte, dos proventos modestos de professor de música do seu querido Conservatório.

Exercício de escrita buscando coesão e coerência

Assinale a opção em que a redação sugerida para o fragmento está correta, coesa e coerente.

a) Diante da velocidade que ocorrem às transformações no setor de software, principalmente quanto aos curtos ciclos de tecnologia observados e à rápida evolução dos produtos, entende-se de que não basta um profissional bem formado. É preciso promover, regularmente, em termos de conhecimentos, sua atualização.

b) Quanto a curtos ciclos de tecnologia observados e a rápida evolução dos produtos, diante da velocidade que ocorrem as transformações no setor de software, entende que não basta um profissional bem formado. Promover, regularmente, sua atualização em termos de conhecimentos, é preciso.

c) Diante da velocidade com que ocorrem as transformações no setor de software, principalmente no que se refere aos curtos ciclos de tecnologia e à rápida evolução dos produtos, entende-se que não basta um profissional bem formado. É preciso promover, regularmente, sua atualização em termos de conhecimentos.

d) No setor de software, diante da velocidade em que ocorrem as transformações, tanto quanto aos curtos ciclos de tecnologia observados e a rápida evolução dos produtos, entendem-se que não basta um profissional bem formado. Regularmente, é preciso promover sua atualização em termos de conhecimento.

e) Ocorrem transformações com velocidade no setor de software, no que se refere aos curtos ciclos de tecnologia observados e a rápida evolução dos produtos, entende-se de que não basta um profissional bem formado. É preciso promoverem, regularmente, suas atualizações em termos de conhecimentos.

Gabarito: C

Compreensão da mensagem

Nunca pergunte a alguém se entendeu a mensagem, mas como a entendeu ou o que vai fazer.

Analise_de_textosFalei há algum tempo num de meus blogs que é mais válido, na função de professor, perguntar se a mensagem foi clara do que perguntar se os alunos entenderam. O efeito de tal expressão é mais psicológico que real. Digo isso porque muitas palavras carregam em si mesmas uma carga significativa e cultural que perpassa o simples significado do dicionário. O caso citado mostra um efeito interessante, pois dá a ideia de que se o aluno não entendeu, existe outra possibilidade de entender e assim não são fechadas as portas do entendimento. Este é um princípio prático de grande utilidade. É uma das maneiras de fazer o "feedback", isto é, de "checar" para ver como a mensagem foi entendida.

Descrença e desrespeito para com o patrimônio público – Exercício de interpretação

capoeira_patrimônio_cultural

Leia o texto para responder às questões 1 e 2.

O país talvez esteja passando por períodos de descrença e desrespeito para com o patrimônio público, pois parece que a separação entre o bem comum e o bem privado deixa de existir ou pelo menos de ser respeitada. Essa descrença talvez seja resultado de um processo de décadas de injustiça social e de negação da identidade cidadã. Uma nação constituída por pessoas que defendem e honram os seus direitos e deveres tem melhores condições de diminuir as injustiças sociais, dentre elas as causadas pela corrupção, e aumentar o nível de desenvolvimento e progresso. O desenvolvimento da Educação Fiscal torna-se primordial, pois permite informar os mecanismos de constituição do Estado, ao mesmo tempo em que torna o cidadão ciente da importância da sua contribuição, fazendo com que o pagamento de tributos seja entendido e visto como investimento para o bem comum. Com a informação, o indivíduo pode se apropriar do poder de questionar e verificar a utilização destes investimentos sociais.

1. Em relação às idéias do texto, assinale a opção incorreta.

a) Os argumentos do texto defendem o poder da informação no exercício da cidadania.

b) O respeito à separação entre o bem comum e o bem privado é necessário para neutralizar a descrença.

c) Justiça social, desenvolvimento e progresso estão relacionados à defesa e respeito aos direitos e deveres de cada indivíduo.

d) A injustiça social e a negação da cidadania existentes há décadas podem estar provocando descrença.

e) É dispensável, para que os tributos sejam considerados investimentos para o bem comum, um processo de esclarecimento ao cidadão.

2. Em relação às estruturas do texto, assinale a opção incorreta.

a) A incerteza em relação às afirmações do primeiro parágrafo é reforçada pelas expressões: “talvez” e “parece”.

b) A expressão “para com o” corresponde semanticamente a “em relação ao”.

c) A forma verbal “tem” está no singular para concordar com “Uma nação”.

d) Pode-se substituir “fazendo com que” por “permitindo que”, sem prejuízo para a correção gramatical do período.

e) A expressão “torna-se primordial” corresponde gramaticalmente e semanticamente a “foi tornada primordial”.

Gabarito 1: E

Gabarito 2: E

Exercício de preenchimento de lacunas com gabarito

Escolha o conjunto de itens que preenche corretamente as lacunas do texto.

De braços abertos sobre a Guanabara e ______ mais de 700 metros de altura, ele está completando 70 anos, com o mesmo vigor _____ que o tornou conhecido em todo o mundo. Exaltado em prosa e verso, o Cristo Redentor é o mais altaneiro, o mais ______________ e o mais democrático símbolo do Rio de Janeiro: é visto por todos e de quase todas as partes da cidade – pelo menos _________ a especulação imobiliária não __________ muralhas de __________ para impedir sua visão.

a) à / simbólico / religioso / aonde / ergueu / arranhas-céus

b) há / arquitetônico / piedoso / onde / levantou / arranhas-céu

c) a / iconográfico / fervoroso / aonde / construiu / arranha-céus

d) à / austero / patriótico / aonde / ergueu / arranhas-céus

e) a / simbólico / conspícuo / onde / ergueu / arranha-céus

Gabarito: E

Não existe regra de direito internacional – Exercício de interpretação

Nenhum País pode estar obrigado(1) por um tratado que ainda não ratificou: não existe regra de direito internacional geral a dizer tal coisa(2), nem poderia a regra tópica, escrita no próprio tratado, criar(3) para o Estado negociador uma obrigação independente do ato ratificatório(4) e anterior a este – salvo no domínio do mero procedimento – ou ainda a conta do(5) princípio da boa-fé (assim o dever de não solapar, na expectativa de vigência, os objetivos do tratado).

Assinale a opção correspondente a erro gramatical, no texto acima.

a) 1

b) 2

c) 3

d) 4

e) 5

Gabarito: E

Exercício de continuidade semântica

A lei definiu não apenas as instituições financeiras propriamente ditas como também as que lhes são equiparadas e estendeu as suas disposições e disciplinas, no que fossem aplicáveis, às bolsas de valores, companhias de seguros e de capitalização, sociedades que efetuem distribuição de prêmios imóveis, mercadorias ou dinheiro, mediante sorteio e de títulos de sua emissão ou por qualquer forma; e pessoas físicas ou jurídicas que exerçam, com habitualidade mínima, por conta própria ou de terceiros, atividade relacionada com a compra e venda de ações e outros quaisquer títulos, realizando, nos mercados financeiros e de capitais, operações ou serviços de natureza dos executados pelas instituições financeiras.

Assinale a opção que não dá continuidade ao texto acima de forma coerente.

a) Temos também, além das instituições financeiras propriamente ditas e das que lhes são equiparadas, outras instituições a que se aplicam as disposições e disciplinas da lei, embora não abrangidas por aquele conceito legal.

b) Essa coleta e essa intermediação por parte das instituições oficiais dizem respeito a recursos financeiros de terceiros, sendo que coletar significa arrecadar e intermediar significa repassar a outrem os recursos arrecadados.

c) A habitualidade mínima, de difícil conceituação, pois tem natureza essencialmente subjetiva, significa que a instituição financeira ou a entidade a ela equiparada precisa praticar qualquer dos atos que lhe são próprios por mais de uma vez.

d) A lei exige o caráter público, ou seja, que a atividade da instituição financeira e das que lhe são equiparadas seja geral, divulgada, conhecida, não bastando que dela tenha conhecimento apenas determinada pessoa.

e) Lembremos ainda que o fim lucrativo é inerente a qualquer espécie de aplicação feita por instituição financeira, ou por aquelas que lhe são equiparadas, pois é justamente desse lucro que ela pagará a remuneração do dinheiro arrecadado de terceiros e arcará com suas despesas administrativas.

Gabarito: B

Êxito em empreendimentos econômicos – Exercício de interpretação

Chegamos a um ponto muito próximo da comunidade econômica eficaz, com seus desdobramentos sobre o quotidiano coletivo, e é possível que não nos encontremos longe de outros ideais comunitários que as constituições preconizam, e que têm tão longa história: a integração política, cultural e social. Se isso não fosse possível ao longo de tanto tempo passado desde as projeções bolivarianas, se nessa espera atravessamos um século e já outro bate à nossa porta, há pelo menos uma convicção generalizada no sentido de que os passos até agora dados são seguros, não havendo mais risco de retrocesso. E não há dúvida de que o êxito em empreendimentos econômicos comuns tem como pressuposto o cenário político que o continente hoje apresenta.

Em relação aos elementos constituintes do texto acima, assinale a opção incorreta.

a) O verbo encontrar está no subjuntivo por exigência da estrutura anterior “é possível que”, que confere ao período a idéia de probabilidade e não de certeza.

b) A forma verbal “preconizam” está semanticamente relacionada às idéias de recomendar, propugnar, estabelecer.

c) Mantêm-se inalteradas as relações temporais do texto ao se substituir a expressão “Se isso não fosse possível” por “Caso isso não seja possível”.

d) A palavra “projeções” está sendo empregada no sentido de planos, projetos, conjecturas, prognósticos.

e) O emprego da expressão “pelo menos” reforça a idéia de que as duas considerações anteriores – iniciadas por “se” – são negativas.

Gabarito: C

Exercício sobre procedimentos de leitura: dedução de informações

Este exercício tem por objetivo depreender de uma informação explícita uma informação implícita no texto.

Texto 1

O PASQUIM 21 AUTOGRAFADO

Olá pessoal d’O Pasquim 21, eu me chamo Natan, tenho 13 anos e sou comprador deste jornal e de outras revistas de humor e gostaria de saber se tem como vocês me mandarem alguma edição do pasquim autografada por alguém da equipe ou todos. Espero resposta. Obrigado pela Atenção!

Natan Schafer – Ibirama – SC

Texto 2

Já estamos providenciando o jornal, Natan. Agora, você se importa se for um carimbo com impressão digital?

(Jornal O PASQUIM 21, n º 110, Maio de 2004, Seção Cartas)


A passagem “Agora, você se importa se for um carimbo com impressão digital?” só NÃO tem como função:
a) o humor.
b) o deboche.
c) a desculpa.
d) a autocrítica.

Gabarito: C

O nascimento de um novo capitalismo – Exercício de interpretação de textos

max_weber_1917

Max Weber, um dos analistas mais críticos da lógica da história moderna (ou da falta dela), observou que o fenômeno que marcava o nascimento do novo capitalismo era a separação entre atividade econômica e atividade doméstica – em que o doméstico significava a densa rede de direitos e obrigações mútuas mantidas pelas comunidades rurais e urbanas, pelas paróquias ou grupos de artesãos, em que as famílias e vizinhos estavam estreitamente envolvidos. Com essa separação, o mundo dos negócios se aventurou por uma autêntica terra fronteiriça, uma terra de ninguém, livre de problemas morais e restrições legais e pronta a ser subordinada ao código de conduta próprio da empresa. Como já sabemos, essa extraterritorialidade sem precedentes da atividade econômica conduziu a um avanço espetacular da capacidade industrial e a um acréscimo da riqueza. Também sabemos que, durante quase todo o século XX, essa mesma extraterritorialidade resultou em muita miséria humana, em pobreza e em uma quase inconcebível polarização das oportunidades e níveis de vida da humanidade. Por último, também sabemos que os Estados modernos, então emergentes, reclamaram essa terra de ninguém que o mundo dos negócios considerava de sua exclusiva propriedade.

Em relação às idéias do texto, assinale a opção incorreta.

a) Com a separação entre o mundo dos negócios e o mundo doméstico, houve um grande desenvolvimento industrial e distribuição mais justa da riqueza produzida.

b) No novo capitalismo há uma separação entre a atividade econômica, ou mundo dos negócios e a atividade doméstica.

c) No mundo dos negócios predomina o código de conduta próprio da empresa, que é livre de questões morais.

d) A noção de “extraterritorialidade” se opõe à existência de uma densa rede de direitos e obrigações mútuas, próprias das comunidades menores.

e) A extraterritorialidade conduziu inicialmente a um avanço industrial e à riqueza, mas posteriormente à pobreza e à desigualdade.

Gabarito: A

Continua sem entender o que eu digo?

Muito eu já falei a respeito da correção que devemos ter na hora de escrevermos para os outros. Não só devemos buscar a clareza, mas também devemos tentar prever o que acontecerá com a mensagem que acabamos de produzir. É um engano, portanto, acharmos que existe comunicação totalmente objetiva. Muitas vezes, o significado daquilo que escrevemos está nos outros.

correção_análise_de_texto O significado está no leitor

Não, não existe comunicação livre de interesses, de gostos, de preconceitos, imparcial, isenta. Como ela se faz entre pessoas, estas carregam suas interpretações da realidade, suas vivências e experiências de comunicação. É possível dizer que todas essas abstrações funcionam como um filtro que condiciona o que se lê ou ouve segundo a própria lente. Assim, as pessoas não ouvem o que lhes é dito, mas o que querem ouvir. Não seria estranho afirmar diante disso que as pessoas ouvem aquilo que podem ouvir. A percepção delas é limitada por impedimentos, muitas vezes, inconscientes, pois foram condicionadas a selecionar determinadas mensagens e atribuir a elas valores que, invariavelmente, suprimem ou acrescentam valores aos enunciados. Por isso, é muito importante cativar o leitor.

Não se pega mosca com vinagre

Ter a “capacidade de se identificar com outra pessoa, de sentir o que ela sente, de querer o que ela quer, de apreender do modo como ela apreende” é a definição trazida pelo Houaiss para o vocábulo “empatia”. Essa é uma das condições iniciais de qualquer ato comunicativo. Se cada pessoa vê o mundo, como dito anteriormente, por uma lente de valores subjetivos formados a partir de valores também subjetivos, qualquer esforço que nos lance em direção ao outro com o objetivo de tentar entender o porquê das interpretações dadas já é um passo dado também em direção do entendimento. Não quero aqui criar um paradigma que diga que devemos estar mais preocupados com a maneira como a nossa mensagem vai refletir nos leitores do que com nossas próprias necessidades, mas não podemos fechar os olhos para o fato de que quem escreve não escreve somente para si. No caso do blog, mesmo entendendo que quantidade de comentários não seja critério para definir sua qualidade, é desejável que o escrito tome corpo e repercuta em meio aos amigos e leitores.

 

É isso. E você o que acha do blog? Deixe seu comentário, assine o feed ou siga-me no Twitter. Dê-me a impressão de que de alguma forma isso repercutiu em você.

Organização textual – Compreensão de texto

Os fragmentos abaixo constituem um texto, mas estão desordenados. Numere os itens quanto à sua ordenação coesa e coerente e assinale a opção correspondente:

(  ) O espaço aberto para a participação dos empregados na construção dessa atmosfera é constituído por meio de reuniões de trabalho, adoção de equipes, programas de sugestões e pesquisa de satisfação.

(  ) Conseqüentemente, as empresas, tanto quanto promover tal atualização de seus profissionais em termos de conhecimento, procuram estabelecer uma atmosfera em que as relações pessoais, o acesso às informações e o espírito de equipe sejam valorizados.

(  ) Entretanto, a partir dos anos 80, quase meio século passado desde que o controle estatístico de qualidade começou a ser implantado nas empresas, vem-se consolidando o interesse pela qualidade dos serviços associados e pelo comportamento humano.

(  ) Por volta dos anos 30, o que importava para as empresas era a produção e a redução da quantidade de peças defeituosas.

(  ) Assim, além de questões diretamente relacionadas a ganhos financeiros, os empresários vêm cuidando da qualidade técnica, dos padrões de seus produtos e serviços, e também da qualificação dos trabalhadores.
a) 3, 2, 1, 4, 5

b) 5, 4, 2, 1, 3

c) 2, 3, 4, 5, 1

d) 1, 5, 3, 2, 4

e) 4, 1, 5, 3, 2

Gabarito: B

A busca da competitividade – Exercício de interpretação de texto

tsunami

Quanto  à estrutura sintática dos períodos, assinale a opção correta.

a) A busca da competitividade da indústria brasileira de software e outros produtos passam, necessariamente, pelo alcance de padrões internacionalmente aceitos de qualidade e produtividade de seus produtos e serviços.

b) As pesquisas de satisfação, o registro e o acompanhamento das reclamações dos clientes revestem-se de importância à proporção que os dados coletados são utilizados pelas empresas na revisão de seus projetos ou na especificação de novos produtos ou serviços.

c) As pesquisas diretas junto em empresas que desenvolvem software no Brasil vêm sendo realizadas com o objetivo de acompanhar a evolução desse setor quanto à aspectos do planejamento estratégico, sistemas da qualidade e certificação para a qualidade dos produtos.

d) Estratégias e ações propostas  a  luz  de   diagnósticos objetivos e fidedignos representam uma base sólida para a promoção da competição internacional dos produtos e serviços brasileiros, no momento que as economias mundiais passam por processos de globalização.

e) A contabilização de custos da qualidade está associada a ferramentas de maior complexidade, que se adaptam principalmente à sistemas da qualidade em fase relativamente madura.

Gabarito: B

ATIVIDADE DE COESÃO TEXTUAL COM GABARITO

Abordei recentemente no post EXERCÍCIO DE COESÃO TEXTUAL COM GABARITO a dificuldade que muito têm em construir textos coerentes e coesos. Este é mais um exercício que induz você a estudar mais para suas provas e para a REDAÇÃO DO ENEM. Mesmo sendo fácil, exige um conhecimento sobre elementos coesivos que redundará em textos melhores.



O emprego da mediação deve evidenciar __1__ uma sociedade plural necessita de soluções diferenciadas e criativas, __2__ possam atender às divergentes demandas, vencendo alguns problemas cruciais da Justiça, como a morosidade dos processos. Os efeitos pedagógicos __3__ sociedade, provocados por esse instrumento, também devem ser positivos, principalmente __4__ tange à cultura do entendimento e da solução rápida e eficiente __5__ contendas que, de outra forma, demandariam dispêndio significativo de tempo e recursos. 

Assinale a opção que indica o preenchimento incorreto da lacuna correspondente.

a) 1 - que
b) 2 - as quais
c) 3 - sob a
d) 4 - no que
e) 5 - para as 

Gabarito: C

Compreensão de texto - Exercício de interpretação de textos

No período desenvolvimentista, o Brasil foi um dos poucos países subdesenvolvidos que conseguiu percorrer quase todos os passos previstos para o processo de industrialização retardatária, registrando uma das mais elevadas taxas médias de crescimento mundial. De maneira que, ao ser atingido pela crise dos anos 80, o Brasil singularizava-se no contexto latino-americano pela extensão de sua indústria, pelo porte de seu setor de bens de consumo duráveis e de bens de produção, pelo seu grau de articulação interindustrial, e, finalmente, pelo dinamismo de seu setor externo. Durante todo esse longo período, a heterogeneidade e as desigualdades sociais aumentaram e se alastraram com o desenvolvimento econômico e a urbanização.

Em relação ao texto, assinale a opção incorreta.
a) A expressão “quase todos os” pode, sem prejuízo para a correção do período, ser substituída por grande parte dos.

b) A forma verbal de gerúndio “registrando”, pode ser substituída por “e registrou,” sem prejuízo para a correção do texto.

c) A expressão “De maneira que” estabelece com a idéia do período anterior uma relação de natureza explicativa.

d) Em “singularizava-se” o verbo é pronominal.

e) Se a expressão “Durante todo esse longo período” fosse substituída por “ao longo desse período”, a palavra longo pertenceria à mesma classe e teria a mesma função sintática nas duas formulações.

Gabarito: E

Exercício de vocabulário – Interpretação de textos

“Os argumentos em favor da política industrial mudam, mas em geral eles continuam sofrendo da mesma falta de embasamento econômico. Um deles, que vem sendo repetido de uns tempos para cá, é o da economia de divisas. Identifica-se um item de peso na pauta de importações como, por exemplo, componentes eletrônicos. Ora, se o dispêndio com este produto é alto, por que então não fazer com que ele seja produzido no país por meio de uma política industrial ativa, poupando-se, desta forma, moeda forte?”

Assinale, entre as substituições sugeridas, a que está em desacordo com a norma culta.
a) “em favor” por “a favor”

b) “em geral” por “geralmente”

c) “Um deles” por “Dentre esses” argumentos

d) “Identifica-se” por “É identificado”

e) “poupando-se” por “o que pouparia”

Gabarito: C

Adequação à norma culta – Exercício de vocabulário

No texto abaixo, foram introduzidos erros. Para saná-los, foram propostas algumas substituições. Julgue as substituições e depois assinale a opção que contém a seqüência das alterações necessárias para adequar o texto ao padrão culto formal do idioma.

“O conceito de tributo, face sua interpretação nos conformes à Constituição, tem essa peculiaridade: deve obedecer ao princípio da legalidade estrita. Cumpre ressaltar mais uma vez: não há possibilidade de discricionariedade na definição legislativa do tributo, mas só teremos tributo se o dever de pagar uma importância ao Estado for vinculado à previsão de ter riqueza.”

I. substituir “face” por “em face de”

II. substituir “nos conformes à” por “de conformidade com a”

III. substituir “essa” por “esta”

IV. substituir “discricionariedade” por “discricionaridade”

V. substituir “ter riqueza” por “existência de riqueza”

A seqüência das substituições necessárias é:
a) II – III – IV – V

b) III – IV – V

c) III – IV

d) I – II – V

e) I – II – III – V

Gabarito: E

Regras gramaticais – Interpretação de texto

Assinale a norma gramatical que justifica, com correção e propriedade, a flexão plural do verbo “ser” no período abaixo.

“Já é mais do que conhecido que o principal problema do sistema tributário nacional são justamente as contribuições, e não os impostos propriamente ditos.”

a) “Com os verbos ser e parecer a concordância se faz de preferência com o predicativo, se este é plural.”

b) “Nas frases em que ocorre a locução invariável é que, o verbo concorda com o substantivo ou pronome que a precede, pois são eles efetivamente o seu sujeito.”

c) “Se tanto o sujeito como o predicativo forem personativos e nenhum dos dois for pronome pessoal, a concordância será facultativa (pode-se concordar com o sujeito ou o predicativo).”

d) “Expressões de sentido quantitativo (...) acompanhadas de complemento no plural admitem concordância verbal no singular ou no plural.” (Manual de Redação da Presidência da República)

e) “Se o sujeito composto tem os seus núcleos ligados por série aditiva enfática (...), o verbo concorda com o mais próximo ou vai ao plural (o que é mais comum quando o verbo vem antes do sujeito)”.

Gabarito: A

Nem tudo convida a manifestações otimistas – Interpretação de textos

Nem tudo convida a manifestações otimistas.

A dívida pública alcança hoje algo em torno de 55% do Produto Interno Bruto (PIB), nada menos de R$ 685,286 bilhões. É difícil administrá-la para todo o sempre apenas com os expedientes do alongamento mediante resgate com emissão de novos títulos a juros corrigidos. O saldo do comércio exterior de US$ 306 milhões nos dois primeiros meses deste ano não foi obtido por meio das exportações, mas pela redução das importações. Reduzir importações compromete a entrada no país de bens de capital e de tecnologias, fatores indispensáveis à qualificação do produto brasileiro. Está posta assim a necessidade de introdução urgente de política industrial capaz de privilegiar exportações e substituir importações mediante produção interna de matrizes, componentes e insumos básicos.

Em relação ao texto, julgue os itens como verdadeiros (V) ou falsos (F) e marque a opção que apresenta a seqüência correta.

( ) Em “a manifestações” seria igualmente correta a estrutura “às manifestações”.

( ) As estruturas “nada menos de”, “nada menos que” e “nada menos do que” são igualmente aceitáveis para o contexto em que ocorre a primeira.

( ) Em “administrá-la” o pronome enclítico retoma por substituição coesiva a expressão “dívida pública”.

( ) A expressão “para todo o sempre” neutraliza a ênfase da idéia do período por seu tom bíblico.

( ) A forma verbal “compromete” tem como sujeito um agente humano.

( ) Caso as palavras “exportações” e “importações” fossem precedidas de artigo definido no plural o período se tornaria incoerente.
a) V, V, V, F, F, F

b) V, V, F, F, V, V

c) F, V, F, V, F, V

d) F, F, V, F, V, F

e) F, V, V, F, F, V

Gabarito: A

As profecias – Exercício de interpretação textual

Assinale, entre as opções propostas, aquela que se desvia, ainda que parcialmente, do conceito e da direção argumentativa expressos no período abaixo.

“Dizia o sociólogo norte-americano, Robert Merton, que o que há de mais relevante e espantoso com as profecias é que elas se auto-realizam, como um vaticínio, um augúrio.”

a) Ao serem concebidas pela imaginação ilimitada dos homens, as profecias potencializam a chance de se transformarem em realidade, projetando e fortalecendo um desejo ou temor coletivo.

b) Pelo simples fato de que foram inventadas por alguém, com ousadia e eficácia simbólica, ganham existência real, criando a probabilidade de serem incorporadas à vida social em futuro imediato ou distante.

c) Quando uma grande (ou pequena) idéia se cristaliza, sua força transformadora entra em ação com os mesmos poderes que comandam as leis da Física.

d) Acima de profetas e messias, está o império da história, que constrói o futuro com seus próprios vetores e forças internas atuando à revelia do desiderato e do fado humanos.

e) A história da humanidade registra fatos que provam a existência de uma simbiose natural entre os grandes sonhos e as grandes mudanças, fruto da magia pessoal e de uma vontade inabalável.

Gabarito: D

Reforma tributária – Exercício de interpretação de textos

Assinale a asserção correta acerca do segmento abaixo, que inicia reportagem sobre a reforma tributária.

“Em países organizados, duas coisas são certas para qualquer cidadão: a morte e os impostos. No Brasil, são três: a morte, os impostos e outros impostos.”

a) Nas duas vezes em que ocorrem os dois pontos, servem eles para marcar uma enumeração explicativa.

b) O emprego da conjunção e para coordenar um substantivo abstrato com um concreto, como “morte” e “impostos”, revela incorreção e desrespeito às regras de coordenação.

c) Concorrerem na mesma citação termos iguais ou assemelhados como “os impostos” e “outros impostos” cria a figura da tautologia, prejudicial ao entendimento do texto.

d) A elipse marcada pela vírgula em “No Brasil, são três” está mal empregada, pois provoca a seguinte leitura errônea: “No Brasil, duas coisas são três”.

e) Pelo fato de o texto principiar com advérbio restritivo, depreende-se que o Brasil não é um país organizado.

Gabarito: A

Exercício de reescrita e sinonímia


ATENÇÃO: Não posso deixar de convidar você a assinar o FEED do blog e receber as postagens mais recentes. Para isso, veja a mensagem ao final do post. Esta é a maneira mais fácil de não perder nada do que é postado aqui.

EXERCÍCIO SOBRE SIGNIFICAÇÃO DE PALAVRAS

Assinale a opção em que as duas versões do trecho estão gramaticalmente corretas e contêm a mesma informação.
a) Desde 95, o Governo tenta coibir a elisão fiscal. Uma das brechas consideradas fechadas é a operação de preço de transferência. / O Governo tenta coibir a elisão fiscal desde 95, e a operação de preço de transferência, é uma das brechas consideradas fechadas.
b) Descobriu-se que as filiais de multinacionais no Brasil estavam superfaturando importações ou subfaturando exportações como uma maneira de enviar recursos para suas matrizes sem tributação. / As filiais de multinacionais no Brasil estavam superfaturando importações ou subfaturando exportações,  pois uma maneira sem tributação de enviar recursos para suas matrizes foi descoberto.
c) Casos como o de profissionais que se tornam pessoas jurídicas e são contratados para prestar serviços fazem parte do grupo em relação ao qual também se pretende intensificar a fiscalização. / Os profissionais que são contratados para prestar serviços às pessoas jurídicas são alguns dos casos que fazem parte do grupo que também pretende intensificarem a fiscalização.
d) Para pagar menos imposto, o contribuinte abre uma empresa e é tributado como pessoa jurídica, pois as alíquotas são menores. / O contribuinte abre uma empresa e é tributado como pessoa jurídica, embora as alíquotas são menores para pagar menos imposto.
e) Pelo fato de a relação entre o prestador de serviço e a empresa não estabelecer vínculo empregatício, a empresa não fica obrigada a reter encargos sociais e tampouco o Imposto de Renda Retido na Fonte. / A empresa não fica obrigada a reter encargos sociais e tampouco o Imposto de Renda Retido na Fonte, porque não se estabelece vínculo empregatício na relação entre o prestador de serviço e a empresa. 

Gabarito: E

Assine o feed deste blog ou receba todos os artigos por email. Se desejar, pode seguir-me no Twitter também.

Exercício de regência e crase

Assinale a opção que preenche correta e coerentemente as lacunas do texto.

Uma preocupação do governo está relacionada ___ manutenção do registro do débito na contabilidade das empresas mesmo depois de seu pagamento. Isso pode propiciar __ contabilização de prejuízos referentes ___ variação cambial e ___gastos com juros que na verdade não existiriam. Se o pagamento tiver sido feito, mas __ empresas tiverem mantido seus registros contábeis, isso pode reduzir artificialmente o lucro das companhias, o que prejudica ____ arrecadação do imposto.

a) a – a – a – aos – as – à

b) a – à – à – a – às – a

c) à – a – à – aos – as – a

d) à – à – a – aos – às – à

e) a – à – a – à – às - a

Gabarito: C

Ordenação do texto – Exercício de coesão textual

Os fragmentos abaixo constituem um texto, mas estão desordenados. Numere-os, observando a ordem em que devem ocorrer para constituírem um texto coeso e coerente, e assinale a seqüência correspondente.

( ) Essa incapacidade, que é também uma impossibilidade de exercer a cidadania, fomenta a censura e a obrigatoriedade de normas como forma de conquista da ordem.

( ) A existência de regras acrescidas desse significado individual torna o resultado mais efetivo.

( ) Para Montesquieu, quando o indivíduo entrega ao Estado o poder de governar e decidir os rumos que ele deve seguir, começa a morrer a sua capacidade de auto governar-se.

( ) Por isso, na constituição da ética de controle social deve haver espaço para a contribuição e estabelecimento de uma ética individual.

( ) Contudo, a coerção não é o caminho desejado para uma nação democrática e moderna.
a) 4, 3, 1, 5, 2

b) 2, 5, 1, 4, 3

c) 4, 1, 3, 5, 2

d) 3, 2, 1, 5, 4

e) 3, 4, 5, 2, 1

Gabarito: B

Análise sintática – Interpretação de textos

Assinale a opção sintaticamente correta.
a) Durante os setenta anos da história imperial brasileira, o velho sonho do paraíso, que alimentou a vontade dos primeiros colonizados, foram sendo substituídos pela utopia da “modernização”, uma idealização explícita do modelo socieconômico das potências da Europa do norte, e mais tarde do modelo da sociedade norte-americana.

b) Até a crise mundial de 1930, o país foi fiel ao livre cambismo e seguiu uma trajetória de crescimento e modernização restrita as suas áreas exportadoras.

c) O Brasil não era um domínio da Inglaterra (como o Canadá, a Austrália e a Nova Zelândia), mas estava submetido ao seu sistema monetário e financeiro e à Doutrina Monroe, que foi formulada, de fato, por Castlereagh, ministro de Relações Exteriores inglês.

d) Mais tarde, no período da transição para a hegemonia norte-americana, o país foi forçado a adotar uma posição defensiva, começando o caminho de construção de uma economia nacional de que só consolidou depois da Segunda Guerra Mundial.

e) O Brasil não ocupou posição relevante na geo-política da Guerra Fria, embora manteve um alinhamento quase automático com a política internacional norte-americana, ocupando, durante esse período, a posição de principal sócio econômico dos Estados Unidos na periferia sul-americana.

Gabarito: C

Globalização – Exercício de interpretação de textos

“Globalização significa que todos nós dependemos uns dos outros. As distâncias pouco importam agora. O que acontece em um lugar pode ter conseqüências mundiais. Graças aos recursos, instrumentos técnicos e conhecimentos adquiridos, nossas ações abrangem enormes distâncias no espaço e no tempo. Por mais localmente limitadas que sejam nossas intenções, erraríamos se não levássemos em conta os fatores globais, pois eles podem decidir o êxito ou o fracasso de nossas ações. O que fazemos (ou nos abstemos de fazer) pode influir nas condições de vida (ou de morte) de gente que vive em lugares que nunca visitaremos e de gerações que jamais conheceremos.”

Em relação ao texto, assinale a opção correta.
a) O uso da primeira pessoa do plural confere ao texto mais formalidade, pois a voz do enunciador torna-se impessoal.

b) O segundo período do texto permite a inferência de que as distâncias não terão importância no futuro.

c) Se a palavra “gente” for substituída por pessoas o texto dispensa outras alterações.

d) Se a forma verbal “erraríamos” for substituída por erraremos a forma verbal “levássemos” deve também ser substituída por levarmos.

e) Se a forma verbal “erraríamos” for substituída por erramos a forma verbal “levássemos” dispensa alterações.

Gabarito: D

Justiça brasileira – Exercício de interpretação de textos

“Atualmente, o maior entrave da Justiça brasileira é a morosidade. E, como bem enfatizou Rui Barbosa, justiça protelada é negação da justiça. A falta de agilidade do Judiciário compromete, principalmente, a cidadania plena, uma vez que vivemos em um país onde as desigualdades são históricas e a distribuição da justiça vem-se constituindo como um fator a mais na diferenciação entre os cidadãos, quando todos deveriam ter acesso igualitário à lei, sem privilégios e exceções.”

A idéia central do texto é:
a) Todos deveriam ter acesso igual à justiça.

b) Vivemos num país em que as desigualdades são históricas.

c) A distribuição da justiça é fator de diferenciação entre indivíduos.

d) Rui Barbosa enfatizou que a justiça protelada é a negação da justiça.

e) A morosidade do judiciário compromete a cidadania plena e a igualdade.

Gabarito: E

Exercício de permuta e coesão textual

“O secretário da Receita Federal, na audiência pública na comissão especial da Câmara, disse apreciar(1) a proposta de emenda constitucional que prorroga a CPMF, uma vez que(2) 4.516 pessoas físicas isentas de tributação ou omissas movimentaram, juntas, mais de R$ 25 bilhões no ano passado com operações individuais que(3) ultrapassaram R$ 10 milhões. Afirmou também que outras 2.449 pessoas jurídicas imunes, inativas, isentas, omissas ou optantes do imposto Simples movimentaram, juntas, R$ 147 bilhões. A movimentação desses "contribuintes" é desproporcional e ofende o senso comum. Desse total, 857 contribuintes já foram fiscalizados, que(4) resultou num lançamento tributário da ordem de R$ 400 milhões, além de outras iniciativas de ordem judicial. Qualquer tipo de imposto está sujeito a sonegação, mas a CPMF é mais resistente que qualquer outro, tanto à sonegação quanto à(5) elisão fiscal.”

Para que o texto fique correto, é necessário substituir:
a) “disse apreciar”(1) por “disse que apreciava”

b) “uma vez que”(2) por “já que”

c) “que”(3) por “as quais”

d) “que”(4) por “o que”

e) “quanto à”(5) por “como à”

Gabarito: D

EXERCÍCIO DE COESÃO TEXTUAL COM GABARITO

É bastante difícil para aqueles que não têm tanta intimidade com as ferramentas que a Língua Portuguesa oferece, contruir um texto coeso e coerente. Por mais que conheçamos bastante, sejamos usuários nativos do idioma, existem questões realacionadas ao uso de conjunções, elementos anafóricos e catafóricos que apenas os que estudaram podem usar com eficácia sabendo o que estão fazendo. Isso, por exemplo, é avaliado na redação no ENEM e na redação da FUVEST. Construir textos melhores é trabalho desenvolvido não apenas nas aulas de Redação, mas também nas de Gramática. Por isso, faremos um exercício de gramática que ajudará na produção de textos melhores.


EXERCÍCIO DE COESÃO TEXTUAL COM CONJUNÇÕES

No processo da mediação, o trabalho do mediador será importantíssimo, exercido por advogados assistidos, e, __1__ necessário, por profissionais multidisciplinares. Ele terá função diferenciada do magistrado, __2__ não julgará, __3__ propiciará __4__ partes a análise de diferenciados pontos de vista, estimulando a discussão, apontando fatos importantes e facilitando o entendimento. Em nenhum momento estimulará a contenda, __5__ o entendimento, e não tomará partido. 

Assinale a opção que indica o preenchimento incorreto da lacuna correspondente.

a) 1 - quando
b) 2 - por que
c) 3 - mas
d) 4 - às
e) 5 - mas 

Gabarito: B

EXERCÍCIO DE COESÃO E COERÊNCIA COM GABARITO

Coesão significa união íntima das partes de um todo. Os caroços de um prato de arroz “unidos venceremos”, que, se jogado na parede, não cairá nenhum grão, possui uma forte coesão. Assim é a construção de um texto, todas as palavras são necessárias. Isso significa, por exemplo, que os conectivos possuem função muito importante, pois sem eles o texto não seria tecido, mas um amontoado de palavras sem nexo. 



Vejamos isso no exercício abaixo.
 
O Poder Judiciário ____1____se mostrando sensível ao problema da protelação e ___2___buscado novas soluções. Encontrou na mediação um projeto promissor, uma alternativa modernizante e eficaz para solucionar conflitos, que ___3___anos nos tribunais e significativos recursos, __4__ o Judiciário e o cidadão não dispõem. O campo de aplicação da mediação é amplo. Seu principal efeito ___5___ será reduzir o tempo para solução dos conflitos que chegam à Justiça. 

Assinale a opção que indica o preenchimento incorreto da lacuna correspondente.

a) 1 - vem
b) 2 - tem
c) 3 - demandariam
d) 4 - os quais
e) 5 - a curto prazo 

Gabarito: D

A gente fizemos é certo ou errado?

Vídeo garimpado nas andanças pelo Youtube mostra apresentadora do Hoje em Dia cometendo um erro gritante de norma culta. Gente que fala “seje”, “fazeu” e “menas” deve estar rindo litros como dizem por aí. Veja você também.