Aprenda AGORA Português

Exercício simples de classificação de sujeito

O exercício que proponho abaixo baseia-se nos estudos que estamos fazendo a respeito de termos essenciais da oração. Continuamos estudando o sujeito e suas classificações. Não postei o gabarito, mas se você colocar sua resposta nos comentários poderei verificar se acertou ou não. Obrigado aos leitores que têm entrado em contato comigo pelo e-mail. Isso é importantíssimo para a melhora das postagens aqui.

O parto e o tapete – Atividade de interpretação de textos

Estes são alguns exercícios de interpretação de textos baseados no texto “O parto e o tapete” Faça-os, amigos leitores.

“Questão social” - Exercício de interpretação de textos

QUESTÃO SOCIAL

Apesar da urgência da organização da sociedade para exigir segurança de fato das autoridades, a redução da violência exige mudança profunda no enfoque da administração dos problemas sociais pelos governos federal, estadual e municipal.
Uma pesquisa desenvolvida pela Fundação Getúlio Vargas, no ano passado, pelo pesquisador Ib Teixeira, constatou que a violência no país nos últimos dez anos matou 350 mil pessoas no período, mais do que as guerras do Timor Leste e de Kosovo juntas, e em menos tempo.
O custo dessa violência, segundo o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), é de US$ 84 bilhões ao ano, ou 10,5% do PIB (Produto Interno Bruto).
Em São Paulo, cujo PIB nominal foi de US$ 241,58 bilhões em 1997, os custos da violência levantados em 1998 representam cerca de 3% do PIB, segundo dados da tese do sociólogo Rogério Sérgio de Lima. (Folha de São Paulo, 25/02/01)

Segundo o texto, em São Paulo:
( ) a violência ultrapassa a média estatística nacional de custos em relação ao PIB;
( ) é sensivelmente menor o número de atos de violência, comparado com outros estados brasileiros;
( ) a violência é a mais intensa entre os estados desenvolvidos;
( ) a violência apresenta sinais de crescimento contínuo;
( ) a violência colabora para que nossos índices, nessa área, sejam altos.

Exercícios de interpretação com o texto “Os diferentes”

Sem muitas introduções, o exercício de interpretação de textos abaixo vem com duas questões dissertativas. É interessante  apresentar este tipo de exercício para os alunos para verificar como eles andam escrevendo.

Exercício de interpretação de múltipla escolha

Leia o fragmento abaixo e, em seguida, o restante do texto “O parto e o tapete” para poder resolver os exercícios de interpretação de textos de múltipla escolha.

O parto e o tapete

Big nem era minha, era de um cunhado. Naquele tempo eu ainda não gostava de cachorros, pagando por isso um preço que até hoje me maltrata. Mas, como ia dizendo, Big não era minha, mas estava para ter ninhada, e meu cunhado viajara.

Exercício sobre orações coordenadas e subordinadas

Os exercícios de múltipla escolha abaixo tratam de um assunto campeão nas pesquisas aqui no blog e nas buscas do Google que direcionam os leitores para cá: período composto por coordenação e período composto pos subordinação.



EXERCÍCIOS SOBRE COORDENAÇÃO E SOBRE SUBORDINAÇÃO

1) Em "Ficou talvez mais disponível, e o amor por Doroteia de Seixas o iniciou em ordem nova de sentimentos: o clássico florescimento da primavera no outono."- a vírgula separa orações coordenadas com sujeitos gramaticais ##; os dois-pontos introduzem uma ##.

Os símbolos ## devem ser trocados, respectivamente, por...

(     ) indeterminados ... síntese das informações precedentes
(     ) idênticos ... ratificação das informações precedentes
(     ) inexistentes ... retificação de informação mal definida anteriormente
(     ) distintos ... explicação de informação anterior
(     ) ocultos ... citação

2) "As mudanças na sociedade contemporânea evidenciam que esse fenômeno, a guarda compartilhada, é não somente comum, mas salutar pela convivência multifamiliar e seus arranjos, porém, não em todos os casos."
 
Qual a relação sintático-semântica expressa pelos termos destacados no enunciado acima?
 
(     ) consequência
(     ) oposição
(     ) comparação
(     ) adição
(     ) condição

3) "Nunca nasci, nunca vivi: mas eu lembro, e a lembrança é em carne viva."
 
O trecho destacado contém orações
(     ) subordinadas, sendo correto o emprego da virgula antes de “e”, já que a última oração tem sentido explicativo.
(     ) justapostas, sendo incorreto o emprego da vírgula antes de "e", já que as duas orações têm o mesmo sujeito.
(     ) coordenadas, sendo correto o emprego da vírgula antes de "e", já que a última oração tem sentido de retificação.
(     ) justapostas, sendo incorreto o emprego da vírgula antes de "e", já que as duas orações tem sujeitos diferentes.
(     ) coordenadas, sendo correto o emprego da vírgula antes de "e", já que as orações têm sujeitos diferentes.

4) Há período composto em:
(     ) "Ao lado da dissertação, deveria restaura também o prestígio da tabuada."
(     ) "... o mesmo não se pode dizer de outros engenhos."
(     ) "Temos aí, reproduzido, com a máxima fidelidade, o diálogo."
(     ) "Aí, então, podem contar comigo para aplaudir a máquina”
(     ) "A ojeriza pelo idioma nacional já estava ultrapassando os limites toleráveis."

5) Observe os períodos abaixo, diferem quanto à pontuação.
Adoeci logo; não me tratei.
Adoeci; logo não me tratei.
A observação atenta desses períodos permite dizer que:
(     ) no primeiro, logo é um advérbio de tempo. No segundo, uma conjunção causal.
(     ) no primeiro, logo é uma palavra invariável segundo, uma palavra variável.
(     ) no primeiro, as orações estão coordenadas sem a presença de conjunção; no segundo, com a presença de uma conjunção conclusiva.
(     ) no primeiro, as orações estão coordenadas com a presença de conjunção; no segundo, sem conjunção alguma.
(     ) no primeiro, a segunda oração indica alternância; no segundo, a segunda oração indica conse¬quência.

6) Considere as frases abaixo:
 
1.  Ao chegar a partilha, estava encalacrado, e na hora das contas davam-lhe uma ninharia.
2.  Pouco a pouco o ferro do proprietário queimava os bichos de Fabiano.
3.  Não se descobriu o erro, e Fabiano perdeu os estribos.
4.  Passar a vida inteira assim no toco, entregando o que era dele de mão beijada!
5.  O amo abrandou, e Fabiano saiu de costas, o chapéu varrendo o tijolo.

Pode-se afirmar que temos orações coordenadas sindéticas aditivas em:
 
(     ) 1, 2 e 3;
(     ) 1, 3 e 4;
(     ) 1, 3 e 5;
(     ) 2, 4 e 5;
(     ) n.d.a.

7) "Todos os dias esvaziava uma garrafa, colocava dentro sua mensagem, e a entregava ao mar. Nunca recebeu resposta. Mas tornou-se alcoólatra." (Marina Colasanti)
 
O conectivo mas, que introduz a conclusão do conto - tornou-se alcoólatra -, permite a seguinte interpretação:

I.  personagem  tornou-se  alcoólatra   porque nunca recebeu uma resposta.
II. O fato aconteceu porque a personagem escreveu muitas mensagens,
III. A solidão sem remédio tem sempre como consequência o vício.
IV. Esvaziou muitas garrafas. Enviou muitas mensagens. Não recebeu resposta. Mas, como tinha bebido todos os dias, tornou-se alcoólatra.

Analise as afirmações e, a seguir, assinale a alternativa correta.
 
(     ) Somente a afirmação IV está correta.
(     ) Somente a afirmação I está correta.
(     ) Somente as afirmações I e II estão corretas.
(     ) Somente a afirmação III está correta.
(     ) Somente as afirmações II e III estão corretas.

Oração subordinada substantiva – ótimos exercícios práticos

Bem, aí estão três exercícios para você colocar em prática a teoria aprendida nos posts anteriores. Faça-os e prove para si mesmo que está preparado para o vestibular.

Aprenda tudo sobre orações subordinadas substantivas

Na continuação deste post você encontrará um resumo perfeito para estudar para aquela prova. Conheça as diferenças entre as orações subordinadas substantivas e o valor das conjunções subordinativas e exemplos práticos sobre orações subordinadas substantivas.

Exercícios práticos sobre sintagmas nominais e verbais

Vamos fazer alguns exercícios sobre sintagmas verbais e sobre sintagmas nominais? Mãos à obra.

Como estudar para o ENEM

estudar_enem Sendo um blog que disponibiliza gratuitamente exercícios de Língua Portuguesa para a prática, sei que o tempo de estudo pode variar de pessoa para pessoa. É muito importante, no entanto, que se crie uma rotina. Um aluno que estuda num bom colégio, em tempo integral, como acontece em algumas escolas em minha cidade, vai precisar de menos horas para revisar em casa os assuntos vistos em sala de aula.

Sugiro, no entanto, que se estude pelo menos algumas horas por dia para rever o conteúdo assimilado na escola. Além disso, fazer exercícios e anotar as dúvidas para conversar com o professor ou monitores na escola.

É importante ainda que o aluno faça exercícios físicos deve fazer parte da preparação para o Enem. Ela é importante não só para desestressar como também para aguentar o tempo de prova. Lembrem-se de que são dois dias de exame com cinco horas de duração no primeiro e mais seis horas no segundo. É duro na queda.

Atividade de interpretação de textos - Pasquim

O exercício abaixo é uma atividade prática sobre interpretação d etextos, pressupostos, implícitos. Faça-a com atenção e dê uma retorno através dos comentários sobre as respostas dadas.

Atividade prática sobre pressupostos e implícitos

Já falei aqui no blog a respeito de pressupostos e implícitos. São duas condições necessárias na construção de um bom leitor. É bastante difícil para um leitor raso, aquele que apenas se prende ao que é dito na superfície do texto, entender os sentidos implícitos que o texto pode trazer. Num mundo que se baseia na publicidade e ela sempre vem com valores explicitados, paradoxalmente, por mensagens ocultas, é questão de sobrevivência compreender esse conteúdo. Veja, por exemplo, o texto abaixo e depois as afirmações sobre ele. Propositalmente não há gabarito justamente pra você não ser sugestionado.
“Não era com a sua filha que Pedro estava preocupado. Ele não sabia se Cláudia estava se divorciando de Osvaldo, até esquecera que ela havia ligado. Ele simplesmente deixou o problema de sua filha para o outro dia, e foi repousar. Pedro admitira a culpa, agora teria que esperar. Ocorreu que, no outro dia, o real culpado desmentiu não ter atropelado a velhinha. Agora ele ia parar de pensar nisso, estava otimista. Era hora de certificar-se de que Cláudia não havia se divorciado. Mas o marido já havia ido embora quando Pedro ligou para ela.”

Com o nosso conhecimento sobre os usos da língua portuguesa vamos avaliar, a partir do texto acima, se as proposições abaixo são verdadeiras ou falsas:
(  ) a. Pedro não resolveu o problema na hora.
(  ) b. Houve um acidente.
(  ) c. A velhinha morreu.
(  ) d. Pedro estava preocupado.
(  ) e. Pedro ligou para ela
(  ) f. Cláudia havia se divorciado.
(  ) g. Pedro ia parar de pensar no atropelamento.

Proponho outro exercício abaixo. Ele trata do mesmo assunto, porém considero mais fácil ainda.

Leia os textos com atenção e faça o que se pede:
QUAL O PRESENTE QUE VOCÊ VAI DAR PARA SUA MÃE?
LULA: Mamãe tem que entender que ainda não posso dar um bom presente. Mas prometo um futuro melhor... Não tenho nem dois anos de governo...
BARRICHELO: Esse ano vou dar um título para minha mãe. Nem que seja de sócia do Pinheiros.
GUGA: Comprei um presente da Victoria’s Secret. Foi o único jeito de dar uma vitória para minha mãe.
BIN LADEN: Vou dar um jogo de xadrez. Mas sem as torres...
(Sílvio Lach e Cia. Jornal O PASQUIM 21, n º 110, Maio de 2004, p. 10.)

Todas as frases do texto têm intenção humorística. Uma delas, entretanto, ultrapassa essa intenção e chega a produzir o que se convencionou chamar de humor negro. Essa frase é a de:

(     ) Lula.
(     ) Barrichelo.
(     ) Guga.
(     ) Bin Laden.

se você está trabalhando com este assunto em sala de aula, coloco no próximo link uma prova de interpretação de texto com questões sobre pressupostos e implícitos.

Interpretação de textos – Celular: não saia de casa sem ele

Muitas vezes a interpretação de um texto depende mais do conhecimento prévio, da cultura de quem o está lendo do que necessariamente das informações presentes no fragmento. O texto abaixo é um exemplo disso. Leia-o com atenção e responda as questões dissertativas.

Qualidade na escrita: exercício de interpretação

Leia com atenção o texto e faça o que se pede considerando a linguagem e intenção de quem o enunciou:

ESTILO

- Que é isso?

- É um requerimento.

- Você que escreveu? Deixa eu ler. “O abaixo-assinado vem requerer a V.S.a ...” Mamãe, puxa, você nunca escreveu tão grã-fino.

(LISPECTOR, Clarice. Para não esquecer. 3. ed. São Paulo, Ática, 1984, p. 34.)

A caracterização feita pelo personagem, (“grã-fino”), refere-se essencialmente:

( ) ao fato de a mãe ser sofisticada a ponto de escrever requerimentos.

( ) ao destinatário do requerimento, uma pessoa muito importante.

( ) à formalidade da linguagem num gênero como o requerimento.

( ) à forma irônica com que o filho trata o estilo da mãe.

ENEM - Baixe e faça a prova do novo ENEM 2010

Poucos dia após o cancelamento do ENEM 2009, o Ministério da Educação divulgou a prova do ENEM. Em 2010, pelo menos até agora, não ocorreu nenhum problema, exceto pelo vazamento dos dados cadatrais dos candidatos.

Hoje, trago para vocês as provas do ENEM para você fazer e treinar. Baixe-as diretamente do site do Inep ou do meu disco virtual.

 Prova do Novo ENEM  - 1º dia

Prova do Novo ENEM - 2º dia

Gabarito do Novo ENEM

Como preencher o gabarito do ENEM 2010

Calma. É isso que você mais precisa para preencher corretamente o gabarito no ENEM 2010. Como em qualquer concurso, se você quiser ser aprovado não basta ter estudado, mas também preencher corretamente o gabarito. Leia e releia as questões antes de passá-las ao gabarito.

Você pode ainda, a cada duas páginas de prova, parar, respirar e passar pro gabarito. Meu conselho é para que você faça isso, inicialmente a lápis e apenas no momento em que estiver próximo de entregar a prova é que as questões sejam marcadas a caneta.

Isso mesmo preencha o gabarito por etapas para que não fiquem 63 questões para serem gabaritadas em pouco tempo, pois a ansiedade e vontade de ir embora toma conta do candidato, fazendo o mesmo errar ainda mais.

Gabarito do Enem 2010

Confira o gabarito do ENEM 2010

Nos dias 6 e 7 de novembro serão aplicadas as provas do ENEM – Exame Nacional do Ensimo Médio, que servirá como ingresso para várias universidades públicas.

enem-2010

Avaliação sobre concordância verbal e nominal

Abaixo você encontrará uma avaliação de Língua Portuguesa sobre concordância verbal e nominal. Faça-a e nunca mais fale MENAS  ou MEIA.

Uma escrita secreta só para mulheres – avaliação de interpretação de textos

Como se constrói o sentido de um texto? Como compreender a mensagem que o autor desejava passar. É disso que trata este post. Por meio de alguns exercícios de interpretação de textos, você poderá exercitar seus conhecimentos.

Lógica da vingança: exercício de interpretação de textos

Hoje trago mais um exercício de interpretação de textos. Este baseia-se no texto “Lógica da vingança”. Além disso, trago um gabarito comentado para que você não só saiba qual a resposta correta, mas também saiba o porquê de ter acertado. Bons estudos.

Poesia de Sylvia Beirute - Dor

DOR

incorpora os erros
que de ti saem e se transformam em ideias suspensas
levemente no lado esporádico da fraqueza
e da força de uni-las
vértebra por vértebra; tu és todas as frequências
que sentes, tens o rosto de um samuel beckett sensível
à tua sensibilidade, aprendeste a falhar
como forma de interpretação, como transformação
da matéria-segunda de perguntas e questões.
lê o teu corpo, lê as tuas palavras de aluguer,
reincorpora os erros que de ti saem;
usa a tua dor como marca de um mapa:
indicar-te-á em que beleza interior existes,
por que continuação te espraias.
e depois regressa e diz pedaço ou prozac ou nova
iorque, ou infinito azul de uma nuvem assimétrica.

Duas ótimas propostas de redação - narração

Trago hoje duas propostas de produção de texto narrativo que usei em minhas classes de primeiro ano do Ensino Médio. Se você quiser ter sua redação lida e corrigida por mim, mande-me o arquivo “.DOC” por e-mail ou faça-a aqui nos comentários. Aviso, no entanto, que é interessante fazer no Word e depois copiar para os comentários. Assim você não corre o risco de dar algum erro na conexão e perder o que escreveu. Bons trabalhos.

Texto: entenda como a nova geração escreve

Você tem dificuldades para entender como a nova geração escreve? Mesmo sendo um rato de computador e transitar pelas mais diversas redes sociais, sei que hoje não escrevemos como antigamente e, nesse aspecto, já luto para ensinar minha filha a escrever e falar corretamente. É inevitável, no entanto, que ela traga da escola e das conversas os vícios de linguagem comuns à idade. É desse tipo de linguagem que trata o texto “A evolução da ortografia”, o qual disponiblizo hoje para download lá no blog de download de arquivos. Saiba como é que a nova geração escreverá daqui a alguns anos e não fique para trás. Baixe o texto clicando na imagem abaixo ou conheça um trecho do mesmo clicando no link abaixo da figura que ilustra o post.

Baixar_Download_gratis

Como ser aprovado em provas, vestibulares e concursos

Este post tem um objetivo: responder às perguntas que me têm sido feitas por alunos e leitores. Eu já fui aprovado em diversos concursos. Sempre, meu diferencial foi o conhecimento em Língua Portuguesa, por isso, quero que você faça os exercícios de Língua Portuguesa que proponho aqui no blog. Além disso, quero que você entenda que é preciso estar preparado antes de saber qual a prova que irá fazer. Por fim, as dicas abaixo poderão ajudar.

10 lindas frases de Clarice Lispector

Clarice Lispector é uma de minhas autoras preferidas. Lembro-me com saudosismo da emoção que senti ao ler “A paixão segundo G.H.”. Bebi de cada página do livro. Recomendo fortemente a leitura. O post, no entanto, é pra apresentar 10 frases que me marcaram profundamente e que foram escritas por ela. São citações pra decorar e enfeitar seus textos, meu leitor.

Avaliação de interpretação e textos com gabarito - Animais

Este exercício de interpretação de textos vem ao encontro dos últimos e-mails que recebi de meus leitores. Há, cada vez mais, a necessidade de exercitar a interpretação de textos como forma de preparar-se para os concursos que abrirão logo após as eleições. Para diminuir este problema, trago hoje mais um ótimo exercícios de interpretação de textos com gabarito comentado. Vamos à prática?

Exercício sobre termos essenciais da oração: sujeito

Durante o estudo da Análise Sintática, conhecemos as classificações do sujeito e, é claro, a identificá-lo. No exercício abaixo você encontrará um período e dele eu separei alguns verbos. Leia o enunciado e faça o que se pede.

Exercício sobre a ordem dos termos da oração

Muitas vezes, o entendimento de um enunciado está diretamente ligado a facilidade com que as informações são relacionadas. Enunciados na ordem direta, por exemplo, tendem a ser mais fáceis de se entender. Por isso, apresento abaixo um exercício de língua Portuguesa no qual você deverá colocar as orações na ordem direta. Faça-o e, se quiser, deixe as respostas nos comentários. Darei, certamente, um retorno.

2 ótimos exercícios de classificação do sujeito

Os exercícios de língua portuguesa abaixo referem-se, ainda, ao estudo da análise sintática. Neste caso são relacionados ao estudo dos termos essenciais da oração.

Biografia: Clarice Lispector

Clarice Lispector (Tchetchelnik - Ucrânia 1925 - Rio de Janeiro - RJ 1977) passou a infância em Recife e em 1937 mudou-se para o Rio de Janeiro, onde se formou em direito. Estreou na literatura ainda muito jovem com o romance Perto do Coração Selvagem (1943), que teve calorosa acolhida da crítica e recebeu o Prêmio Graça Aranha.

Casos de concordância verbal - metade

Metade dos leitores clicou nos anúncios de adsense do blog” ou “Metade dos leitores clicaram nos anúncios do adsense aqui do blog”? Veremos neste post qual é a forma correta de se fazer a concordância quando usamos a espressão METADE”

Exercício com poema de Raimundo Correia

O exercício de análise sintática abaixo tem por base o poema “As pombas” de Raimundo Correia. É mais um exercícios sobre termos essenciais da oração, mais especificamente sobre sujeito.

Proposta de redação – viver sozinho é bom?

Olá pessoal, nesta semana falaremos sobre algo que vai, de certa forma, na contramão do que vemos atualmente. Numa época em que as redes sociais expõem as pessoas de forma excessiva, falaremos sobre a necessidade de isolamento. Bom trabalho.

Quatro frases atuais de Machado de Assis

Machado de Assis seria um tuiteiro de qualidade. Conseguir colocar numa frase conceitos tão abstratos não era uma dificuldade para ele. Prova disso são as quatro frases abaixo que encontrei nesse post no Uol Educação.

Há em cada adolescente um mundo encoberto, um almirante e um sol de outubro"

Em "Dom Casmurro" (1899)

O casamento é a pior ou a melhor coisa do mundo; pura questão de temperamento"

Em "Helena" (1876)

Defeitos não fazem mal, quando há vontade e poder de os corrigir"

Em "Carta a Lucio de Mendonça" (24 de janeiro de 1872)

O maior pecado, depois do pecado, é a publicação do pecado"

Em "Quincas Borba" (1891)

Como fazer concordância verbal de frações

Você sabe fazer a concordância correta quando se usa frações? Muitos têm dificuldade nesse aspecto. Aprenda como se faz a concordância verbal em situações envolvendo frações.

FRAÇÃO

O verbo deve concordar com o numerador:
"UM terço COMPARECEU."
"DOIS terços COMPARECERAM."
"UM QUARTO das empresas pesquisadas PERDEU mais de US$ 1 milhão."
"UM TERÇO da população não TEM acesso a consultas médicas."
"TRÊS QUARTOS das fraudes FORAM COMETIDOS pelos empregados,"
"DOIS TERÇOS da frota CIRCULARAM."

Qual a forma correta: as vezes ou às vezes?

A resposta para o questionamento que dá título a este post é muito simples: DEPENDE.

As vezes ou às vezes?

Usaremos o acento grave somente quando às vezes for uma locução adverbial de tempo (=de vez em quando, em algumas vezes):

"Às vezes os alunos acertam esta questão."
"O Flamengo às vezes ganha do Fluminense."

Quando não houver a idéia de "de vez em quando", não devemos usar o acento grave:

"Foram raras as vezes em que ele veio aqui." (as vezes = sujeito)
"Em todas as vezes, ele criou problemas." (= não há a preposição a, por isso não ocorre a crase; temos somente o artigo definido as).

Concordância verbal - infinitivo

Você tem aprendido a fazer as concordâncias corretamente por meio da teoria que tenho postado aqui e  também com os exercícios. Hoje, verei com vocês os casos de concordância envolvendo infinitivo.

Análise do poema “Verdade” de Carlos Drummond de Andrade

A leitura de poemas, a meu ver, abre um leque de possibilidades de interpretação e é uma ferramenta interessantíssima para se estudar interpretação de textos. Quero, aqui, lembrar com vocês, meus leitores, de uma fala de uma antiga professora, Léa sílvia Braga de Castro e Sá. Ela dizia em nossas aulas de “Técnicas de Comunicação Escrita” que os poemas e os textos de forma geral admitem muitas interpretações, mas não QUALQUER interpretação. Isso significa que devemos procurar pistas textuais que nos conduzam à correta interpretação do texto. Abaixo, faço uma pequena leitura do poema ‘VERDADE” de Carlos Drummond de Andrade.


 Verdade
A porta da verdade estava aberta,
mas só deixava passar
meia pessoa de cada vez
Assim não era possível atingir toda verdade
a porque a meia pessoa que entrava
só trazia o perfil de meia verdade.
Chegou-se a discutir qual a metade mais bela,
Nenhuma das duas era totalmente bela.
E carecia optar. Cada um optou conforme seu capucho,
sua ilusão, sua miopia.
(Carlos Drummond de Andrade)
ANÁLISE DO POEMA “VERDADE”
É possível, em primeiro lugar, depreender deste poema uma possível tema. Seria este:
A verdade e o ideal são relativos, porque mediados pelo sujeito.
Não pretendo, obviamente encerrar a atribuição de sentido para o poema nessa simples leitura que fiz, mas na dimensão filosófica, a verdade, como valor absoluto, existe ('A porta da verdade"/ "toda a verdade"). No entanto, nenhum indivíduo a atinge, pois cada um é a representante da verdade. A verdade que cada sujeito assume é resultado de uma escolha determinada por razões subjetivas ("seu capricho, sua ilusão, sua miopia") alheias ao que se convencionou entender por verdade: conformidade com o real, exatidão, realidade.

Diferença entre o querer e o precisar

Sendo um blog de Língua Portuguesa especializado em exercícios de Gramática, Literatura, Teoria sobre Língua Portuguesa e Redação, é claro que valorizo a leitura. Os posts aqui são, invariavelmente, longos. Pressuponho que vocês, meus leitores, sejam leitores (com o perdão da redundância). Por isso, acho que a imagem abaixo é pertinente nesse contexto.

Exercício de múltipla escolha sobre sujeito

Vejamos se vocês matam esse. É um exercício baseado num verso do poema de Fernando Pessoa.

"O Tejo é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia."

Rigorosamente o sujeito do verbo correr é:

A) Tejo.

B) rio.

C) que (no lugar de rio).

D) aldeia.

E) indeterminado.

A resposta correta é a letra C.

15 exercícios práticos sobre sujeito da oração

Já vimos muitas vezes aqui no blog exercícios de análise sintática. Hoje trago uma série de exercícios sobre sujeito. Não oferecem muita dificuldade, mas havendo necessidade, entre em contato pelos comentários. Abraços.

Modelo de relatório para análise de filme

video No post anterior mostrei um roteiro para ser usado na análise de filmes em sala de aula. Penso que é possível fazer atividades individuais e em grupo baseando-se em filmes. Neste post trago um roteiro para trabalho baseado em vídeos. Adapte-o segundo sua necessidade:

Como ensinar o prazer de ler

Uma de minhas leituras hoje foi este texto do Rubem Alves. Desde a primeira vez que o li crio imagens em minha mente a respeito das etapas pelas quais eu passei até me tornar o leitor que sou hoje. Gostaria de convidá-lo a ler também. Se quiser baixá-lo para imprimir e levar para seus alunos, você poderá fazê-lo visitando o blog de download de arquivos daqui deste blog. Faça isso clicando NESTE LINK ou na imagem ao final da leitura.

Eu quero convite pro novo Twitter!

Quem quer convites para o Novo Twitter?

Acompanhando a timeline nesta noite vi que muitos questionavam sobre o porquê de não terem ainda o novo Twitter. De forma semelhante ao que aconteceu com o Orkut Ouro e outras besteiras, muitos correram e deram RT’s em gente que dizia ter convites. Outros que já desfrutavam desse recurso diziam que era apenas uma mudança no visual e que este era muito semelhante ao que já se tem em clientes como o Seesmic e o TweetDeck. Confira abaixo o vídeo de apresentação do novo Twitter e mate sua curiosidade.

Fonte do vídeo: Twitter

 

Como recurso educacional, o Twitter tem valorizado a síntese. É mais uma ferramenta a ser usada por professores e alunos. Além da dinamicidade da ferramenta, é possível tornar público um projeto educacional e, além disso, divulgá-lo. Se você quiser, pode seguir-me por lá também.

 

Siga-me no Twitter

Como analisar vídeos em sala de aula

video blogger Muitos são os professores que usam os recursos multimídia em sala de aula. Esquecendo-se daqueles que fazem dos vídeos um momento apenas de entretenimento, é possível tornar deste momento uma fonte inesgotável de aprendizado. É importante que a atividade faça sentido pro aluno. Para auxiliar nesse trabalho sem, no entanto, tornar a atividade maçante, trago um arquivo que eu mantinha nos becapes e que já usei em minhas aulas. Quem disponibilizou foi uma coordenadora de uma das escolas onde trabalhei.

Avaliação com música do Lulu Santos

onda_surf_texto Abaixo você terá uma avaliação baseada na canção “Como uma onda” de Lulu Santos e Nélson Motta.

Feira de profissões – decida seu futuro

Acontecerá em Bragança Paulista a VI Feira de Profissões da Universidade São Francisco. Sempre acreditei na validade da participação dos alunos para decidir para qual curso pretendem prestar vestibular. Se esse é seu caso e  você mora na região bragantina, não perca. Visite a VI Feira de Profissões e conhecer mais de perto o que cada um dos cursos oferecidos pela USF tem de melhor:

feira de profissões vestibular

Proposta de redação sobre cidadania

Nesta proposta de redação convido você, leitor, a refletir sobre a cidadania. Será que exercemos corretamente nosso papel na sociedade? Reclamamos quando devemos? Fazemos nossa parte? A partir das leituras abaixo, faça o seu texto dissertativo. Bons estudos, bons trabalhos e ótima semana a todos.

Casos intrigantes do verbo parecer [resposta]

Hoje recebi um comentário intrigante da leitora Deujima, dona do blog Introspectivamente Eu. Neste post em que publiquei 25 exercícios de concordância, ela questionou-me acerca de duas respostas que ali constam como corretas. Realmente, são concordâncias que fogem do padrão e por isso soam estranho. Para ajudar-me na explicação, busquei um argumento de autoridade na gramática do velho e rabugento Luiz Antonio Sacconi. Vejamos o que ele diz a respeito da concordância do verbo PARECER quando este funciona como verbo auxiliar.

Exercício sobre orações, períodos e predicados

Posto abaixo um exercício simples sobre períodos, orações e predicados. Não vem com gabarito, mas posso ajudar pelos comentários ou pelo e-mail de contato.

Tudo pelos ares

Só mesmo na literatura um furacão se mostra tão leve e delicado. Furacões são ventos muito rápidos, circulares e, principalmente, violentos. Chegam com tanta fúria que, por onde passam, não sobra nada. Cidades inteiras são varridas do mapa. Pessoas são engolidas pelo cone de vento e cuspidas, metros adiante, como se fossem caroço de melancia. Casas desabam, árvores partem-se ao melo. Coisas, gente, bichos, tudo voa pelos ares, literalmente. E, voando volta ao chão, quebra em mil pedaços e/ou morre. (Superinteressante Especial, fev. 1998. p. 19.)

a. Quantos períodos compõem esse parágrafo? Quantas orações há em cada um?

b. Que período apresenta uma definição? Que tipo de predicado é utilizado para esse fim?

Dissertação: O lado bom da política

Sem muitas explicações, esta é mais uma proposta a ser desenvolvida em turmas de Ensino Médio. Bons trabalhos.

INSTRUÇÕES

Esta propostas é constituída de apenas um texto. Com base nele:

• Dê um título sugestivo à sua redação.

• Redija um texto a partir das ideias apresentadas. Defenda seus pontos de vista utilizando-se de argumentação lógica.

Na avaliação da sua redação, serão ponderados:

• A correta expressão em língua portuguesa.

• A clareza, a concisão e a coerência na exposição do pensamento.

• Sua capacidade de argumentar logicamente em defesa de seus pontos de vista. Seu nível de atualização e informação.

• A originalidade na abordagem do tema.

5 dicas de leitura para professores de Português

No post intitulado “Sugestão de leitura didática – Língua Portuguesa [1]” selecionei um livro que julgo importante para quem trabalha na área de linguagem. Hoje trago outras cinco dicas de leitura para professores de Língua Portuguesa e profissionais da educação. Aproveite e, na medida do possível, adquira essas obras.

Ambiguidade nas tirinhas de “Hagar, o terrível”

Hagar, o Horrível, o protagonista Viking, é um guerreiro que frequentemente tenta invadir a Inglaterra e outros países. Embora respeitado profissionalmente (um dos maiores saqueadores e assassinos da Escandinávia), Hagar leva uma vida pessoal frustrada. Está sempre discutindo com a esposa Helga, que não está satisfeita com o padrão de vida que a família leva. Hagar é tanto um guerreiro feroz quanto um homem de família. Sua higiene pessoal é excepcionalmente deficiente e seu banho anual é um momento de celebrações.

ATENÇÃO: Não posso deixar de convidar você a assinar o FEED do blog e receber as postagens mais recentes. Para isso, veja a mensagem ao final do post. Esta é a maneira mais fácil de não perder nada do que é postado aqui.


Veja abaixo uma tirinha que usarei num futuro exercício sobre ambiguidade:

hagar - ambiguidade



Fonte: Wikipédia

Assine o feed deste blog ou receba todos os artigos por email. Se desejar, pode seguir-me no Twitter também.

Sugestão de leitura didática – Língua Portuguesa [1]

A partir desse post, além de exercícios de Língua Portuguesa, avaliações de interpretação de textos e de dicas de redação, passarei a sugerir algumas leituras. São livros que podem ajudá-lo a montar uma estante decente para fazer suas pesquisas, por exemplo. São livros cuja leitura pode se mostrar valiosa para a reflexão sobre a linguagem, seus sentidos e usos. A leitura desses títulos contribuirá não só para a formação do professor, mas também para auxiliá-lo a definir novas estratégias de abordagem e discussão do ensino de língua. Vamos ao primeiro?

Advérbio - exercícios de múltipla escolha com gabarito

Advérbio é a classe gramatical das palavras que modificam um verbo ou um adjetivo ou um outro advérbio. Nunca modificam um substantivo. É a palavra invariável que indica as circunstâncias em que ocorre a ação verbal. Neste post você poderá fazer 9 exercícios sobre advérbio. O melhor é que poderá conferir as respostas imediatamente, pois todos vêm com gabarito.

1) Assinale a frase em que meio funciona como advérbio:
a) Só quero meio quilo.
b) Achei-o meio triste.
c) Descobri o meio de acertar.
d) Parou no meio da rua.
e) Comprou um metro e meio. 

2) Só não há advérbio em:
a) Não o quero.
b) Ali está o material.
c) Tudo está correto.
d) Talvez ele fale.
e) Já cheguei. 

3) Qual das frases abaixo possui advérbio de modo?
a) Realmente ela errou.
b) Antigamente era mais pacato o mundo.
c) Lá está teu primo.
d) Ela fala bem.
e) Estava bem cansado. 

4) Classique a locução adverbial que aparece em "Machucou-se com a lâmina".
a) modo
b) instrumento
c) causa 
d) concessão
e) fim 

5) Indique a alternativa gramaticalmente incorreta:
a) A casa onde moro é excelente.
b) Disseram-me por que chegaram tarde.
c) Aonde está o livro?
d) É bom o colégio donde saímos.
e) O sítio aonde vais é pequeno. 

6) Ele ficou em casa. A palavra em é:
a) conjunção
b) pronome indefinido
c) artigo definido
d) advérbio de lugar
e) preposição
 
7) Marque o exemplo em que ambas as palavras em negrito estão na mesma classe gramatical:
a) O seu talvez deixou preocupado o professor.
b) Respondeu-nos simplesmente com um não. 
c) Boas notícias duram pouco.
d) Nossa irmã é mais nova que a sua. 
e) n.d.a 

8) Morfologicamente, a expressão sublinhada na frase abaixo é classificada como locução:
"Estava à toa na vida..."
a) adjetiva
b) adverbial
c) prepositiva 
d) conjuntiva
e) substantiva 

9) Em todas as opções há dois advérbios, exceto em:
a) Ele permaneceu muito calado.
b) Amanhã, não iremos ao cinema.
c) O menino, ontem, cantou desafinadamente.
d) Traqüilamente, realizou-se, hoje, o jogo.
e) Ela falou calma e sabiamente.

10 dicas de conteúdo para elaborar um bom currículo

Homem com currículo Por tratar do bom uso da linguagem, este blog tem um papel fundamental na melhoria profissional de muitos de meus leitores. Por entender que todos estamos constantemente em busca do progresso profissional, trago neste post 10 Dicas de Conteúdo para elaborar um bom currículo. Nos ítens abaixo, tratarei não só do formato, mas também da linguagem usada no currículo. Siga as seguintes dicas:

Projeto para adolescentes cidadãos

A Chamada Nacional Voz dos Adolescentes edição 2010 é uma convocatória a todos adolescentes do país que desenvolvem ações de protagonismo juvenil. O Objetivo da Chamada é fomentar com maior incidência a participação cidadã dos adolescentes e identificar iniciativas de destaque nacional no que diz respeito a protagonismo juvenil. Por isso, se você se identifica ou se tem aluno no qual vê isso, inscreva-se no site www.vozdosadolescentes.org.br

 

voz_do_adolescente_projeto

Exercício prático sobre numeral [com gabarito]

Não é comum ver perguntas em vestibulares a respeito de numeral, mas não podemos descartar essa hipótese. Trago aqui um que foi usado no vestibular da Unitau no ano de 1995. Faça mais este exercício e confira o gabarito. Bons estudos.