Aprenda AGORA Português

O QUE SÃO TEXTOS TEMÁTICOS E TEXTOS FIGURATIVOS


Quando se fala em produção de textos, temos de pensar que os mesmos podem fundamentar-se em temas ou em figuras. Usando um exemplo um pouco mais prático, comparem as propagandas com as quais vocês têm contato na tv. Normalmente, quando se quer passar uma mensagem, usam-se comparações, metáforas e estas precisam ser interpretadas para que se compreenda o significado que o produtor desejava passar. É por esse motivo que hoje vamos discutir, ainda que superficialmente, o que são temas e figuras.

temas-e-figuras-na-redacao-textos

Uma figura não tem significado em si mesma. Isoladamente, ela pode sugerir ideias muito variadas e noções muito imprecisas. Num texto, tudo é relação. O que dá sentido as figuras é um tema. Por isso encontrar o sentido de um conjunto de figuras encadeadas é achar o tema a que elas se referem.
As figuras do texto formam uma rede, uma trama. Para compreender o tema de um texto figurativo, é preciso perceber primeiro as redes coerentes formadas pelas figuras.
O que garante a depreensão dos temas por trás das figuras é a coerência da rede  de figuras do texto, fruto da relação solidária que elas mantêm entre si.
A quebra da coerência interna da rede de figuras pode tornar o texto inverossímil ou criar novos significados para ele.
As figuras, apesar da oscilação possível dos seus significados, estão articuladas no interior de um texto estruturado, e, num texto, os significados são solidários. As múltiplas significações possíveis de uma figura isolada estão sob o controle de um contexto, no qual se encaixam com coerência apenas algumas dessas possibilidades significativas. A depreensão dos temas subjacentes a um texto figurativo só é possível a partir do confronto cuidadoso das figuras que se articulam e se encadeiam no interior dele, formando uma rede.
Um mesmo tema pode ser manifestado por redes figurativas diferentes e dois escritores podem usar figuras distintas para expressar o mesmo tema.

Para perceber se o texto foi compreendido, vejamos um exercício prático sobre temas e figuras.

EXERCÍCIO PRÁTICO SOBRE TEMAS E FIGURAS

Dê uma possível interpretação a partir das comparações propostas nos versos do poema de Drummond chamado "Catar feijão".

Catar feijão se limita com escrever:
joga-se os grãos na água do alguidar
e as palavras na folha de papel;
e depois, joga-se fora o que boiar.
Certo, toda palavra boiará no papel,
água congelada, por chumbo seu verbo;
pois para catar esse feijão, soprar nele,
e jogar fora o leve e o oco; palha e eco.

Ora, nesse catar feijão entra um risco:
o de que entre os grãos pesados entre
um grão qualquer, pedra ou indigesto,
um grão imastigável, de quebrar dente.
Certo não, quando ao catar palavras:
a pedra dá à frase grão mais vivo:
obstrui a leitura fluviante, flutual,
açula a atenção, isca-a com o risco.

E você? Prefere ler textos temáticos ou figurativos? E este exercício? Tem uma resposta para ele? Deixe-a nos comentários do post.


Receba nossa newsletter com exercícios e os gabaritos

Nenhum comentário :

Postar um comentário