Aprenda AGORA Português

Neologismos impregnados de ideologias


Que fique claro que este post não tem o propósito de pregar nem manifestar qualquer forma de defesa ou de ataque a partidos políticos. O interesse aqui é apenas o de mostrar até onde vai a criatividade do brasileiro ao fazer sátira com assuntos sérios. Mais que isso, mostrar como nossos textos são carregados de ideologias. Vejam só o que recebi de uma amiga com quem já discuto um monte a respeito de Análise do Discurso.

Os países de língua portuguesa, reunidos na Academia de Ciências de Lisboa para dar consonância à reforma ortográfica do idioma que adotam, acabam de aprovar, por unanimidade, a criação de uma nova palavra que passa a figurar oficialmente em todos os dicionários dessas nações.

Lular: [Do analfabeto Lula]: Verbo totalmente irregular de estranha conjugação; 1. Ocultar ou encobrir com astúcia e safadeza; 2. Disfarçar com a maior cara de pau e cinismo;  3. Não dar a perceber, apesar de ululantes e genuínas evidências; 4. Mentir;  5. Fingir, simular inocência angelical;  6. Usar de dissimulação; 7. Proceder com fingimento;  8. hipocrisia;  9. Ocultar-se, esconder-se, fugir da responsabilidade; 10. Tirar da reta, atingindo sempre o amigo mais próximo, sem dó nem piedade (antes ele do que eu);  11. Encobrir, disfarçar, negar sem olhar para as câmeras e nos olhos das pessoas; 12. Fraudar, iludir;   13. Afirmar coisa que sabe ser contrária à verdade, acreditar que os fins justificam os meios; 14. Voar com dinheiro alheio.

Viram só como é legal criar neologismos? Crie o seu e deixe aqui nos comentários. Se for legal, pode vir a fazer parte do post.


Receba nossa newsletter com exercícios e os gabaritos

Um comentário :